O que fazer em Sucre, Bolívia

Sucre está localizada no centro-sul da Bolívia, a pouco mais de 2.800 metros de altitude. A “Cidade Branca”, como é chamada pelos moradores, não é ponto mais conhecido pelos turistas, mas sua arquitetura encanta pela riqueza de detalhes e o dia-a-dia tranquilo nos faz colocar o pé no freio e simplesmente aproveitar.

No nosso mochilão pela Bolívia, dedicamos um final de semana para conhecer as belezas de Sucre. Entre praças com estátuas gigantescas, mulheres indígenas de saias coloridas e tranças milimetricamente bem feitas, listamos algumas atrações na cidade.

Vida sem Paredes - Sucre (19)

Mirador de La Recoleta

Vida sem Paredes - Sucre (17)

Parque Cretáceo

Vida sem Paredes - Sucre (14)

Sucre e suas ruas lindas

 

O que fazer em Sucre:

 

Parque Cretáceo:

 

Para quem não sabe, Sucre é uma referência paleontológica, exatamente por possuir um dos maiores acervos de pegadas de dinossauro do mundo. No Parque Cretáceo, elas estão espalhadas em área extensa e toda na vertical. Lá é possível chegar bem perto das pegadas de animais gigantes como os saurópodes, terópodes, ornitópodes e anquilossauros.

Segundo os guias, essas pegadas foram registradas às margens de um lago, existente a cerca de 70 milhões de anos atrás. Por conta de abalos sísmicos, a terra se moveu e deixou o registro dos animais na posição vertical, sendo preservada dessa maneira até hoje.

Além das pegadas, que são a atração principal do parque, ainda tem parquinho temático e biblioteca para as crianças, museu, restaurante e réplicas gigantescas dos animais espalhadas pelo jardim.

  • Quanto custa: pagamos 30 bolivianos para entrar.
  • Dicas: se pretende tirar fotos, saiba que é cobrada uma taxa extra para quem entra com câmeras (BOB 5).
  • Duração: o tour guiado leva uns 40 minutos.
  • Como chegar: o parque fica um pouco distante do centro da cidade, mas, negociando com os taxistas, é possível conseguir um bom preço pela corrida até lá (BOB 8).
Vida sem Paredes - Sucre (6)

Entrada

Vida sem Paredes - Sucre (2)

Tour com o guia

Vida sem Paredes - Sucre (3)

As pegadas

Vida sem Paredes - Sucre (4)

Réplicas dos dinossauros cujas pegadas estão expostas no parque

Vida sem Paredes - Sucre (16)

 

Mirador de La Recoleta:

 

O mirador (mirante) fica dentro do Monastério Franciscano de La Recoleta. O Monastério, fundado em 1601, fica em uma das partes mais altas da cidade e oferece uma linda visão de Sucre. Sustentado por vários conjuntos de colunas, o lugar está situado na praça onde a cidade foi fundada, ainda com o nome de La Plata. A vista lá de cima é linda e, se você der sorte, ainda vai encontrar bandas típicas se apresentando no local. Vale muito o passeio!

Há bares e restaurantes bem legais por lá, perfeitos para beber umas cervejas locais.

Vida sem Paredes - Sucre (7)

Visão da cidade

Vida sem Paredes - Sucre (8)

Turistas observando a cidade lá embaixo

Vida sem Paredes - Sucre (5)

Grupo indígena que se apresentou no café do Mirador

Vida sem Paredes - Sucre (18)

Música local, com linda vista para a cidade

Vida sem Paredes - Sucre (9)

O mirante




Museu de arte indígena:

 

Bem pertinho da Recoleta está o Museu de arte Indígena, um ponto onde o turista pode aprender um pouco sobre o processo de fabricação do artesanato indígena e ainda apreciar belas obras expostas e à venda.

Quanto: BOB 22 (abril de 2016).

Vida sem Paredes - Sucre (10)

Fachada do Museu e hall de entrada

 

Plaza 25 de Mayo:

 

A 25 de Mayo é a praça principal de Sucre. É no entorno dela que estão algumas das construções mais imponentes da cidade, como a Casa de La Libertad, prédio onde Simón Bolívar fundou a República, em 1822. Também estão próximos à Praça, a Prefeitura de Sucre e a Catedral Metropolitana, construída em 1551, mesclando os estilos renascentistas e barroco.

Precisa dar uma pausa no passeio? Então é só pegar um cantinho na praça e aproveitar o clima tranquilo da cidade de Sucre.

Vida sem Paredes - Sucre (11)

Plaza 25 de Mayo

Vida sem Paredes - Sucre (15)

Prédio da prefeitura de Sucre, em volta da praça

Vida sem Paredes - Sucre (13)

Catedral Metropolitana de Sucre, também na praça

 

Parque Bolívar:

 

Essa é pra criançada! A Praça Simon Bolívar fica no centro histórico de Sucre. A construção segue a linha colonial, com enormes portais e uma incrível imponência. O ponto é utilizado pelos locais para a prática de exercícios ou para um simples descanso.

Bem ao lado, está o parque Bolívar, um parque muito bem organizado e decorado com dinossauros. Por ali, disputam espaço as barracas de comidas típicas e brinquedos variados.

Vida sem Paredes - Sucre (12)

 

Nos arredores de Sucre – Feira de Tarabuco

 

O passeio na feira de Tarabuco é um dos mais procurados por quem visita Sucre. O vilarejo fica a cerca de 60 quilômetros da cidade branca e conserva a cultura e o idioma quéchua. Os visitantes se encantam com tecidos e lãs, artesanato e com o mercado campesino, cheio de produtos locais.

A feira acontece aos domingos e é muito fácil comprar o bilhete de ida e volta de van nos hostels e hotéis. As vans partem da praça principal de Sucre. Saiba mais sobre a feira:

 

Tarabuco: a imperdível feira indígena

 

Feira de Tarabuco, Sucre - Bolívia

Feira de Tarabuco

 

Curiosidades sobre Sucre:

 

É conhecida como a “cidade dos quatro nomes”. Cada um deles representa uma época específica da história da cidade:

  • Charcas era o nome indígena do lugar em que os espanhóis construíram a cidade colonial;
  • La Plata foi o nome dado à cidade emergente;
  • Chuquisaca foi o nome concebido à cidade durante a época de sua independência;
  • Sucre homenageia o marechal da Grande Batalha de Ayacucho (9 de dezembro de 1824): Don Antonio Jose de Sucre.

A Bolívia tem duas capitais: uma, Sucre, é constitucional, e a outra, La Paz, que é administrativa (é lá que o presidente vive e trabalha).

Por ser a capital desde a criação da República da Bolívia, Sucre conserva um centro histórico riquíssimo. Desde 1991, a cidade é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO.

Sucre é conhecida como “La Ciudad Blanca” por ter a maioria das suas construções pintadas dessa cor.

 

Leia também: Gastos no mochilão Bolívia-Peru

 


 

Organize sua viagem aqui no vida sem paredes

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in através da Booking.com

Precisa alugar um carro? Compare os preços das principais locadoras, pague em reais sem IOF e parcele em até 12x sem juros no cartão ou garanta 5% de desconto no boleto à vista no Rentcars.com

Faça uma cotação de seguro viagem, compare os preços de várias seguradoras e pague em até 12x ou com desconto no boleto bancário no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto e viaje tranquilo: VIDASEMPAREDES5

Ao reservar com um de nossos parceiros através dos nossos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

 


Sucre: cerca de 280 mil habitantes | 2800 metros de altitude | 220V
Data da viagem: abril de 2016

 
Por Nange Sá

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

3 Comments

  1. Pingback:Tarabuco: a imperdível feira indígena | Vida sem Paredes

  2. Pingback:Potosí: dicas de lugares para visitar | Vida sem Paredes

  3. Pingback:Dicas de Uyuni: cidade de entrada no salar | Vida sem Paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *