Trilha Salkantay no Peru: como contratar e o que levar

Desconto no Seguro Viagem

 

“Como contratar a Trilha Salkantay?” Essa é a primeira pergunta que a gente se faz depois de decidir se aventurar por essa que é um dos mais incríveis, entre os vários caminhos que levam a Machu Picchu, no Peru. Pesquisamos, fomos em abril de 2016 e foi tudo perfeito.

Para ajudar no seu planejamento, fizemos um pequeno guia de como se organizar para esse trekking no Peru.

Pelos seus 74 quilômetros que vão de 2.800 a 4.650 metros de altitude, de temperaturas negativas ao calor da Amazônia peruana, de chuva a sol, de chão de pedra a vales férteis cheios de cachoeiras, a experiência de um trekking radical em uma das trilhas mais famosas do mundo é inesquecível.

Se você ainda tem alguma dúvida do quão maravilhosa é essa experiência, saiba mais sobre esse trekking alucinante  aqui no Vida sem Paredes. Se está procurando passagem aérea, busque ofertas nesse link.

Vida sem Paredes - como contratar e o que levar na Trilha Salkantay (5)
 

Como contratar o trekking na Trilha Salkantay

 

Depois de tanto pesquisar, chegamos à conclusão que a melhor maneira era contratar diretamente em Cusco. E foi uma escolha acertada. Como a oferta de agências lá é enorme, foi fácil pesquisar, pechinchar e conseguir um preço bem abaixo do valor mais barato que encontramos na internet antes de ir.

 

> Leia também: O que fazer em Cusco

> Conferir ofertas de hospedagem em Cusco

 

Garantindo as entradas de Machu Picchu

 

Para garantir a entrada em na cidade sagrada e na Montanha Huaynapicchu, compramos o ingresso através do site oficial. Nós acompanhamos o número disponível durante algum tempo e compramos dois meses antes da data escolhida, 19 de abril.

Para verificar o número de ingressos, basta selecionar o lugar a visitar e a rota e marcar a data: o número vai aparecer. Fiz uma simulação para uma data aleatória e o resultado foi 2470 ingressos disponíveis. Para comprar, é necessário ter um cartão Visa Internacional e seguir as instruções  do site. Confira:

Vida sem Paredes - como contratar e o que levar na Trilha Salkantay

 

Independente se você comprar no site ou lá em Cusco, o ingresso custará o mesmo valor, então, nosso plano era pedir desconto desse valor do ingresso ao orçar a Trilha Salkantay nas agências. Foi super simples: todas já tinham na ponta da língua o preço excluindo o valor do ingresso.

> Leia também: Como comprar o ingresso de Machu Picchu pela internet

> Seguro viagem para o Peru
 

Pesquisando agências sem perder tempo

 

A maior parte das agências de viagem de Cusco fica no entorno da praça principal – a Plaza de Armas – e os vendedores ficam na rua oferecendo passeios. Com pouco tempo é possível orçar com várias. Quando alguém nos abordava, já falávamos: “Qual é o preço da trilha para 5 dias e 4 noites sem o valor do ingresso de Machu Picchu?”.

Nós olhamos em umas seis agências diferentes e TODOS os pacotes são semelhantes. Depois de encontrar os preços mais baratos, fomos conversar sobre o serviço e o roteiro. O horário do trem de volta de Aguas Calientes para Ollantaytambo ao fim dos 5 dias influencia no preço: quanto mais tarde, mais barato. Voltamos no trem de 21h30.

 

A dica essencial: como escolher uma agência para a Trilha Salkantay?

 

Assim como contamos no post com dicas para o Salar de Uyuni na Bolívia, salvo raras exceções, as agências de turismo NÃO operam as trilhas. O que isso significa? Que quem organiza TODOS os detalhes da aventura (camping, alimentação, carregadores, tíquetes) são os guias. As agências fazem o contato com os clientes e os enviam para o grupo dos guias. Assim, no nosso grupo de 14 pessoas, cada um contratou de uma agência diferente e pagou um preço diferente do nosso, incluindo aqueles que contrataram ainda no Brasil.

Qual a importância de saber isso? TODOS do nosso grupo tiveram a mesma experiência e isso não está relacionado à determinada agência ou valor pago. Nós pagamos 575 soles pelo pacote, sem oS ingressoS para Machu Picchu e montanha Huayna Picchu, que nos custaram um total de 150 soles. Isto é, tudo saiu por 725 soles (abril de 2016) e teria sido esse mesmo preço caso tivéssemos deixado para comprar os ingressos lá. Outras pessoas do nosso grupo tiveram o mesmo serviço e pagaram preços diferentes de acordo com as respectivas agências que contrataram.

Conclusão: pesquise, pechinche, exija o máximo de informações na agência e tudo discriminado no recibo.
 
Escolhemos uma agência chamada Machu Picchu Round Trip Travel, que fica na Plaza de Armas, pagamos 575 soles por pessoa (sem o ingresso de Machu Picchu) e ficamos satisfeitas com o serviço.

 

Vida sem Paredes - como contratar e o que levar na Trilha Salkantay (2)
Laguna Umantay: 1º dia da trilha

 

Trilha Salkantay: o que está incluído no pacote da agência?

 

Todos os pacotes são mais ou menos semelhantes e caso seja necessário, você pode alugar outros itens que precise e a agência auxilia nisso, assim como a adequar o pacote às suas necessidades.

  • Transporte do hotel até Mollepata
  • Guia profissional bilíngue (Inglês e Espanhol)
  • 4 cafés da manhã / 4 almoços / 4 jantares
  • Cozinheiro e equipamentos para cozinhar
  • Arreios e cavalos (para transporte das barracas, alimentos e equipamentos da cozinha)
  • 1 noite em hotel em Aguas Calientes
  • Ingresso de entrada para Machu Picchu
  • Ticket de trem de Águas Calientes a Ollantaytambo
  • Translado de Ollantaytambo para Cusco
  • Barracas e isolantes ou colchonetes
  • Algumas ainda oferecem Balão de Oxigênio e Kit de primeiros socorros

Itens opcionais:

  • Ingresso para montanha Machu Picchu ou Huayna Picchu – 22 soles
  • Ônibus para subir e descer para a cidade de Machu Picchu – U$ 12 cada (haviam pessoas oferecendo mais barato na porta de Machu Picchu)
  • Tirolesa em Santa Teresa – 70 soles (todos os valores são de abril de 2016)

As agências aceitam pagamento e dólares ou soles, sem diferença no preço. Algumas aceitam cartão de débito.

 

Agências para a Trilha Salkantay: sobre o serviço oferecido

 

Nosso grupo de 14 pessoas tinha 2 guias: o principal e um auxiliar. Ambos muito competentes e simpáticos.

Consideramos a alimentação perfeita: todas as refeições eram fartas, completas e deliciosas. Nosso cozinheiro, Rafael, era um senhor baixinho, que apelidamos carinhosamente de “nosso inca”. Ele dava conta de tudo sozinho e não repetimos nenhuma refeição, tamanha a variedade.

Cada pessoa pode levar até 5 kg em uma mochila ou sacola para serem carregados pelas mulas. Uma coisa que eu achei legal é que elas não estavam sobrecarregas. Levavam um peso semelhante ao de um homem montado. Eram 4 mulas: uma para as mochilas, uma para os equipamentos de camping, outra para os equipamentos de cozinha e alimentos, e outra com o ajudante que, além de transportar tudo, montava e desmontava as nossas barracas. E por falar nelas, eram boas e limpas, com espaço para 4, mas é usada apenas por duas pessoas. Deu para guardar as coisas com sobra e até ficar em pé dentro delas.

Ao final do trabalho do ajudante e do cozinheiro, os guias passam um “chapeuzinho” para que a gente dê gorjetas para eles.

Nos locais em que dormimos e em alguns pontos do caminho há pequenas vendinhas onde é possível comprar coisas como sabonete, água, papel higiênico, biscoitos e outras.

Só não tinha banho no primeiro pernoite. No segundo local havia banho com água quente a 10 soles e até um pequeno bar vendendo cervejas. No terceiro pernoite o banho é nas aguas termais de Santa Tereza. É opcional ir e custa 5 soles o ingresso do “clube” e mais 10 soles de ida e volta de van. Depois de 3 dias frios, vale a pena ficar de molho nas águas com cerca de 35ºC.

Nós também fizemos a tirolesa de Santa Teresa, e contamos como foi a experiência cheia de adrenalina.

O guia organiza os tíquetes de ônibus e trem da volta e explica tudo durante o jantar na quarta noite em Aguas Calientes e entregam nesse momento os ingressos para os nossos colegas que adquiriram o pacote com a entrada de Machu Picchu. Para encerrar, ele explica como será o dia seguinte e combina o horário de saída, às 4h. Na cidade perdida dos incas, temos 2 horas de visita guiada, das 6h às 8h, horário em que nos despedimos do grupo para subir a montanha Huaynapicchu.

 

Dicas para a Trilha Salkantay no Peru

 

  1. A Trilha Salkantay é considerada de nível difícil e exige preparo físico. Lembre-se que grande parte da trilha é feita acima dos 3 mil metros de altitude, o que a dificulta ainda mais. A recomendação é se aclimatar alguns dias em Cusco antes.
  2. Não jogue lixo na trilha.
  3. Respeite e valorize a cultura local.

Vida sem Paredes - como contratar e o que levar na Trilha Salkantay (3)

Trilha Salkantay no Peru

Trilha Salkantay: o que levamos na mochila

 

Para o trekking:

  • 2 calças, uma de microfibra, uma leg de cotton
  • 3 blusas, 2 dry manga curta e uma com proteção solar manga longa
  • 1 top
  • 1 biquíni (para as águas termais)
  • 1 corta vento impermeável
  • 1 blusa de lã para Machu Picchu
  • 1 touca
  • 1 luva
  • 1 boné
  • 4 meias
  • 1 bota, a mesma que usamos a viagem inteira

Para dormir:

  • 1 conjunto segunda pele (blusa e calça)
  • 1 calça de lã
  • 2 fleeces
  • 2 meias
  • 1 balaclava (não usei)

Outros itens:

  • 1 toalha pequena de microfibra
  • 1 chinelo
  • Sabonete / xampu e condicionador em vidrinhos pequenos
  • 1 lençol (por precaução, não usei)
  • 1 saco de dormir com extremo de -18ºC (alugado em Cusco com ajuda da agência – U$ 10 + 5 soles)

Para levar nossas coisas, organizamos tudo em uma mochila cargueira só. A Nange tinha as mesmas coisas que eu e tudo pesou 10 kg cravados (cada pessoa pode levar até 5 kg).

O restante das nossas coisas ficou em outra mochila no nosso hostel em Cusco.

 

Itens na mochila de ataque:

  • Carteira e passaporte
  • Celular, câmera fotográfica e bateria portátil (só há energia elétrica em Aguas Calientes)
  • Óculos de sol
  • Capa de chuva
  • Protetor solar e manteiga de cacau
  • Kit de primeiros socorros (o mesmo da viagem inteira)
  • Nécessaire (Lenços umedecidos / Papel higiênico / Álcool gel)
  • Bolsa de água de 2 L.
  • Alguns biscoitos e chocolates (reabastecemos os lanches em Aguas Calientes)
  • Caneta e caderninho de anotações
  • Lanterna e fósforo

Nossos guias se chamavam Juan Carlos e Ciro e nós fizemos o trekking na Trilha Salkantay com a agência Machu Picchu Round Trip Travel, que fica na Plaza de Armas. Pagamos 575 soles por pessoa (sem ingresso para Machu Picchu, preços de abril de 2016) e foi tudo bem legal. Se tiverem dúvidas, deixem nos comentários.

Leia também: Trilha Salkantay: relato dia a dia

> O que fazer em Cusco

> Passeio no Valle Sagrado dos Incas

 

Organize sua viagem
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
PASSAGEM AÉREA em oferta com até 25% OFF em até 6X sem juros no Passagens Promo
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

 

Como contratar e o que levar na Trilha Salkantay, Cusco – Peru

Data da viagem: abril de 2016

Por Camila Coubelle

 

Organize sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
PASSAGEM AÉREA em oferta com até 25% OFF em até 6X sem juros no Passagens Promo
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3



As dicas do vida sem paredes te ajudaram?

Pra não perder nenhuma informação ou roteiro, fale com a gente no FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST ou YOUTUBE

Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa. Aqui você encontra muitas dicas, roteiros, guias de destinos incríveis pelo mundo. A gente divide nossas experiências para inspirar as suas.

6 comentários em “Trilha Salkantay no Peru: como contratar e o que levar

  • 31 de agosto de 2016 em 15:30
    Permalink

    Olá, muito providencial as informações postadas. Pretendo ir para Machu Picchu em Maio de 2017 e fazer a Trilha Salkantay. Fiquei com uma dúvida, vi que é mais interessante comprar o pacote lá em Cusco, como faço com relação aos ingressos para Machu Picchu. Pergunto isto porque não sei ao certo a data exata de chegada (pretendo ir por Corumbá – Trem da Morte e Ônibus). Fico com receio de compra antecipadamente e data não casar com a chegada em Machu Picchu.

    Resposta
    • 31 de agosto de 2016 em 18:35
      Permalink

      Oi Geovane! No meu caso foi assim: comprei de forma que se atrasasse a chegada em Cusco, iria primeiro para a trilha e depois conheceria a cidade, se chegasse na data certa, teria um dia antes e dois depois da trilha na cidade…. foi difícil chegar a uma data “perfeita”, mas ter essa margem de erro funcionou. Abraços

      Resposta
  • 1 de setembro de 2016 em 16:19
    Permalink

    […] Confira aqui no Vida sem Paredes como contratar e o que levar na Trilha Salkantay. […]

    Resposta
  • 1 de setembro de 2016 em 17:16
    Permalink

    […] Nossa ida a Machu Picchu estava atrelada a Trilha Salkantay e no post que fizemos sobre como contratar o trekking, a gente explica como comprar o ingresso para Machu Picchu e também tem dicas preciosas de como contratar uma agência para fazer o passeio, independente se você quer fazer apenas o passeio para Machu Picchu. Confira aqui. […]

    Resposta
  • 13 de setembro de 2016 em 07:06
    Permalink

    […] a agência ofereceu uma tirolesa em Santa Teresa, no Peru, povoado base do terceiro acampamento da Trilha Salkantay, meus olhos devem ter brilhado. Mesmo assim, decidimos pensar um pouco a respeito, mas depois do […]

    Resposta
  • 19 de setembro de 2016 em 13:49
    Permalink

    […] Confira como compramos o ingresso para Machu Picchu nesse post. […]

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.