Início AMÉRICA DO SUL Purmamarca, Argentina: passeios e dicas imperdíveis

Purmamarca, Argentina: passeios e dicas imperdíveis

Purmamarca é um dos povoados da Quebrada da Humahuaca, no Norte da Argentina, região que é Patrimônio Cultural da Humanidade.

Se você pensa que o Cerro de Los 7 Colores é o único atrativo, não poderia estar mais enganado. O vilarejo localizado na região andina tem cactos gigantes, montanhas coloridas que parecem esculpidas à mão, vestígios de povos antigos, uma gastronomia deliciosa e uma cultura única.

Nós organizamos esse guia contando como chegar a partir de Buenos Aires ou Salta, onde se hospedar, onde comer e o que fazer em Purmamarca.

Você verá como é barato, fácil – e inesquecível – visitar a Quebrada de Humahuaca!

purmamarca
Purmamarca, com suas montanhas coloridas, é uma das cidades mais visitadas do norte da Argentina

Purmamarca, Argentina: onde fica?

Purmamarca fica a 65km de San Salvador de Jujuy, capital da província de Jujuy, entre o norte e noroeste da Argentina. Salta, que está a cerca de 90km, é outra cidade muito conhecida da província. Os dois destinos são os que têm os aeroportos mais próximos.

A distância de Buenos Aires é de aproximadamente 1500km. Se você quer encontrar as melhores ofertas para voar para a capital argentina, recomendo que olhe os sites MaxMilhas e Passagens Promo, dois que a gente sempre usa.

A Quebrada de Humahuaca é uma das zonas de Jujuy, assim como temos a Zona da Mata em Minas, ou o Triângulo Mineiro. E nesta zona estão diversas pequenas cidades, sendo Purmamarca e Tilcara duas das mais conhecidas.

Todas elas são rústicas e com uma identidade única, são cheias de ruas estreitas com casinhas de adobe e tonalidades ocres.

Separe uma manhã ou tarde para circular pelas ruas de Purmamarca e captar sua essência, descobrir ângulos para fotografar ou apenas observar. Você não vai se arrepender.

purmamarca
Purmamarca tem ruas estreitas de terra, casinhas de adobe, tudo em tons ocres

purmamarca
Durante o dia a circulação de pessoas é intensa, quando até os que estão hospedados nas cidades vizinhas vêm visitar

O que fazer em Purmamarca: roteiro de 4 dias ou mais

Dia 1: chegada + circular no centro + feira de artesanato

Dia 2: Cerro de los 7 Colores + Paseo de Los Colorados

Dia 3: Salinas Grandes

Dia 4: El Hornocal (ou Cerro de 14 Colores), em Humahuaca

Dia 5: Tilcara e Maimará (povoados vizinhos)

Dia 6: Quebrada de las Señoritas, em Uquía

Em 3 dias é possível conhecer Purmamarca, mas seria um desperdício estar em uma região cheia de outros atrativos e não os visitar. A outras cidades da Quebrada de Humahuaca, como Tilcara, Maimará, Uquía e Humahuaca também são cheias de belezas.


>> IMPERDÍVEL: confira nosso guia completo de Jujuy <<


Como chegar em Purmamarca de ônibus, carro ou avião

A Aerolíneas Argentinas oferece voos diretos para San Salvador de Jujuy a partir de Guarulhos, sempre aos sábados, com duração de 3 horas.

Já quem vai aproveitar a viagem para conhecer Buenos Aires ou outras cidades da Argentina, pode ir com voos domésticos das empresas Aerolíneas Argentinas, Andes, Austral e Flybondi. A viagem de Buenos Aires para Jujuy dura cerca de uma hora e meia.

Também existem ônibus de Buenos Aires a San Salvador de Jujuy (a Balut Bus faz essa linha), mas a viagem dura cerca de 23 horas, e a melhor forma de chegar é de avião.

E é possível ir de ônibus até Purmamarca tanto do Aeroporto Internacional Gobernador Horacio Guzmán (JUJ), em San Salvador de Jujuy, quanto do Aeroporto Internacional Martín Miguel de Güeme (SLA), em Salta.

A Balut é apenas uma das empresas, há diversas outras que passam em várias cidades da Quebrada. Consulte horários no site CheckMyBus.

Se sua escolha for viajar de carro, use o buscador online da RentCars para encontrar as locadoras disponíveis em um dos dois aeroportos. A Ruta 9 que leva até as cidades da Quebrada é belíssima, com ótimas condições e sinalização. A vantagem de viajar de carro é poder visitar os pontos turísticos das cidades próximas por conta própria.

Passeios para Purmamarca a partir de Salta

Existem passeios bate-volta para atrações da Quebrada de Humahuaca a partir de Salta, uma opção para quem está na cidade e não tem muita disponibilidade de tempo.

purmamarca mapa
Veja onde está Purmamarca e demais cidades da Quebrada da Humahuaca

Melhor época para visitar

Essa é uma região que pode ser visitada o ano inteiro, mas considero o outono a e primavera as duas melhores épocas para ir à Purmamarca. Isto porque o verão é chuvoso e já houveram enchentes por lá, eu não arriscaria.

Já o inverno tem temperaturas baixíssimas. Se você gosta de frio, pode apostar nessa estação.

Nós estivemos lá no mês de agosto. Não pegamos nenhum dia de chuva, pelo contrário, foram dias azuis e lindíssimos. A temperatura esquentava durante a tarde, e caminhando a gente até sentia calor, mas casaco e cachecol eram indispensáveis mesmo de dia. As noites eram bem frias e era preciso usar fleece debaixo do casaco.

Seguro viagem para a Argentina

Não é obrigatório fazer um seguro viagem para viajar para a Argentina, mas é aconselhável contratar. Use esse comparador de preços e serviços de diversas seguradoras para encontrar o que mais se encaixa às suas necessidades.

purmamarca

Pousadas em Purmamarca: dicas de onde se hospedar

Purmamarca é uma das cidades mais conhecidas da região de Jujuy, com uma estrutura legal para receber visitantes. Nós nos hospedamos em Tilcara, vizinha a 24km, mas Purma é ótima.

As hospedagens ficam em torno da praça central e como lá é pequeno, será fácil se deslocar a pé.

No entanto, as ofertas de hospedagem são ótimas. Um dos lugares mais cobiçados é o Hotel El Manantial del Silencio, que oferece restaurante, spa, café da manhã e vista para as montanhas. O charme das lareiras e a piscina completam a experiência nesse 4 estrelas com ótima avaliação.

Com excelente custo-benefício, o Los Colorados Cabañas Boutique tem uma das melhores vistas da cidade, e uma das melhores avaliações. O café da manhã servido no seu bangalô deixa tudo ainda melhor.

Localizado no centro de Purmamarca, o La Casa del Abuelo é outra excelente escolha para se hospedar. O buffet de café da manhã com pães caseiros, cereais, confeitaria e geleias é um dos responsáveis pela nota altíssima que ele tem na Booking.

O Del Amauta Hosteria tem quartos para famílias com área de estar separada e varandas.

Localizado a 2km do centro de Purmamarca, o Huaira Huasi oferece quartos para famílias e café da manhã.

Já o Pumahuasi Hostal Boutique fica muito perto do centro e tem ótimo custo-benefício.

Confira mais ofertas de hospedagem em Purmamarca ou Tilcara.

Também há algumas opções no Airbnb. Se nunca usou a plataforma, aproveite nosso cupom e ganhe R$ 130 de desconto na primeira reserva.

Purmamarca: o que fazer e melhores passeios

  1. Cerro de Los Siete Colores

Esse é o principal ponto turístico de Purmamarca, visualizado de vários pontos da cidade. A visita dura menos de 1 hora e o acesso ao mirante El Porito, com vista para o cerro custa 10 pesos (menos de R$ 1 – jun/20). Dele temos uma ótima visão.

Mas vou contar um segredo: na entrada da cidade, na beira da estrada, há um mirante gratuito, com uma vista ainda maior e mais bonita do Cerro de Los Siete Colores com Purmamarca à frente.

Curiosidade: essas montanhas coloridas se formaram há mais de 70 milhões de anos através de sedimentos marinhos e fluviais, e cada tonalidade significa um período geológico diferente.

cerro purmamarca
Cerro das 7 cores visto do mirante El Porito
  1. Paseo de Los Colorados

Outro passeio muito fácil de se fazer em Purmamarca, o Paseo de Los Colorados é um caminho com 3km que circunda a cidade, passando por paisagens de beleza arrebatadora. E o melhor, esse passeio é gratuito.

Dá até para fazer de carro, mas a dica é ir parando em diversos mirantes, então, com 2 horas – e bastante água, pois a aridez é de ressecar – você fará um passeio cheio de visuais incríveis.

purmamarca argentina
Paseo de Los Colorados é um caminho gratuito, com 2km e muitas belezas
  1. Salinas Grandes

A Salinas Grandes parece o Salar de Uyuni na Bolívia. Esse é um tour bate-volta que dura no mínimo 3 horas, pois fica a 70km de Purmamarca, a 4170 metros acima do nível do mar.

O acesso é pela Ruta 52, na Cuesta del Lipan, uma estrada sinuosa que por si só, já é uma atração e tanto. Há duas formas de visitar:

– táxi ou remis: o tour privado sai por 2000 pesos (cerca de R$ 143 – jun/20) e o compartilhado custa 500 pesos por pessoa (cerca de R$ 36), ida e volta, com espera de 1 hora. Os motoristas ficam no começo da feira, basta agendar seu horário.

– com carro próprio: seguindo o GPS (baixe o mapa off-line). A vantagem é visitar o deserto de sal com mais calma e ter a chance de fazer um tour guiado (300 pesos/R$ 21) pelos Ojos del Salar, lagos naturais de cor azul turquesa. O tour dura 40 minutos e só pode ser feito com guias, visto que o chão pode ceder com a formação dos lagos.

purmamarca salinas
Salinas Grandes é menor que o Salar de Uyuni, mas tão bonito quanto

purmamarca salinas
Perto do deserto de sal há algumas lanchonetes e banheiros
  1. Feira de artesanato

A feira de artesanato fica em volta da praça principal de Purmamarca e se estende por algumas ruas do entorno. Tanto em lojas quanto em bancas informais há artigos diversos em tecido, pedra, madeira e até produtos feitos com cardón, o cacto típico da região.

Decoração para sua casa e lembrancinhas são os itens que você não vai querer perder. Mas os cachecóis são o destaque e custam a partir de 300 pesos (R$ 24).

Tem também muitas barraquinhas de comida e algumas lojas aceitam cartão de crédito.

purmamarca feira
Blusas de lã, toucas e cachecóis têm preços ótimos
  1. Centro Histórico

Entre os pontos turísticos no centro de Purmamarca, localizados no entorno da praça central destaco a Iglesia Santa Rosa de Lima, de 1648, que é Monumento Histórico Nacional. O interessante dentro dela é a carpintaria feita com cardón, o gigante cacto típico local.

Outro ponto muito interessante é o El Cabildo de Purmamarca, por dois motivos: ele é o menor cabildo da Argentina entre os 10 que ainda restam, e ele foi construído no nível da rua, mas com o passar dos anos e das chuvas, ele “afundou” 30 centímetros. Com seis arcos, hoje ele é um ícone arquitetônico e histórico de Purmamarca.

Dentro do cabildo tem um pequeno museu gratuito.

purmamarca o que fazer
Cabildo de Purmamarca é o menor entre os que existem na Argentina
  1. Passeios a partir de Purmamarca

Como eu disse antes, vale a pena visitar outras cidades da Quebrada de Humahuaca, e as mais interessantes são:

Tilcara: visite o Pucará de Tilcara, a Garganta del Diablo e os museus

Maimará: visite a Paleta del Pintor e a vinícola Dupont

Humahuaca: a principal atração é o Cerro de los 14 Colores (El Hornocal)

Uquía: não perca a Quebrada de las Señoritas

Existem táxis e ônibus entre essas pequenas cidades, é rápido e barato de circular entre elas. Em todo caso, também é possível fazer passeios na região com as agências locais.

Estando de carro, será ainda mais fácil circular entre as cidades e as atrações.

jujuy
El Hornocal, ou Cerro de 14 Cores, é uma das atrações mais bonitas da Quebrada de Humahuaca

Onde comer em Purmamarca

Se você perguntar aos locais, eles te indicarão o El Manantial del Silencio, conhecido como um dos melhores restaurantes de Purmamarca. Fica no hotel de mesmo nome, mas é aberto ao público e serve pratos da culinária andina. É comandado pelo renomado Chef Sergio Latorre.

Pequeno e aconchegante, o Pedro Pan Purmamarca é outro lugar recomendado para experimentar a comida regional e as pizzas locais. Los Morteros e Las Postas são outras duas opções para saborear a culinária do norte da Argentina, e vale ressaltar que todos esses restaurantes contam com ótimas cartas de vinhos.

Para um café em ambiente agradável, vá ao El Morado Cafe Bar.

Se eu puder recomendar um prato andino encontrado em diversos restaurantes, experiente o locro, feito com feijões, legumes, bacon e linguiças. Mas se quiser aproveitar ainda mais as delícias de lá, leia nosso artigo sobre comidas típicas da Argentina.

comidas argentina
Cazuela de lhama é um prato com sustância e muito comum nessa região fria da Argentina

Dicas para visitar o norte da Argentina

– Brasileiros não precisam de visto nem passaporte para visitar a Argentina. Basta o RG em bom estado de conservação e com menos de 10 anos de expedição. Se preferir, confira como tirar passaporte.

– A vacina de febre amarela não é obrigatória, mas você pode conferir aqui como tirar seu Certificado Internacional de Vacinação.

– As tomadas de lá são com 3 pinos chatos, então é preciso levar adaptador.

– Leve dinheiro em espécie pois as atrações não aceitam cartão, bem como os táxis e ônibus. A maioria dos restaurantes e algumas barraquinhas da feira aceitam. Por falar nisso, troque o dinheiro no aeroporto, pois a taxa de câmbio é melhor.

– É tranquilo se virar com o português mesmo, principalmente nos pontos turísticos. Tente aprender o básico, para demonstrar interesse e educação.

– Um chip de viagem internacional pode ser útil, principalmente para quem decidir viajar de carro. Confira os planos com internet ilimitada do EasySim4U e do Viaje Conectado, os dois chips que a gente mais usa.

Leia também:

O que fazer em Buenos Aires: melhores passeios e pontos turísticos

Guia completo de Jujuy, Argentina

Eu tenho certeza que as cores de Purmamarca vão te impressionar tanto quanto a mim. Depois de visitar a cidade, conte pra gente como foi a experiência.

por Camila Coubelle

Resolva sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento só no check-in com a Booking.com.
ALUGUEL DE CARRO em até 10x no cartão, sem IOF, ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no buscador Rentcars.com.
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo, já com nosso cupom de desconto VIDASEMPAREDES5 aplicado.
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb.
PASSAGEM AÉREA em promoção e até 12x no Viajanet, ou com até 25% OFF e 6x no Passagens Promo.
CHIP DE INTERNET com plano de dados para mais de 100 países e conexão ilimitada com a EasySim4U ou a Viaje Conectado.
INGRESSO antecipado para atrações, eventos, passeios e transfer no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com a GetYourGuide ou a TourOn.
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3



As dicas do vida sem paredes te ajudaram?

Então fale com a gente no FACEBOOK, no INSTAGRAM, no PINTEREST ou no YOUTUBE.
Vida sem Paredeshttps://vidasemparedes.com.br/
Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa. Aqui você encontra muitas dicas, roteiros, guias de destinos incríveis pelo mundo. A gente divide nossas experiências para inspirar as suas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.