• Pacotes para Trilha Inca Machupicchu e Trilha Salkantay

Guia e dicas do que fazer em Petrópolis

 

Quando se pensa em Petrópolis, no interior do Rio de Janeiro, a primeira coisa que vem em mente até de quem não conhece o lugar pode ser o charme inerente de uma cidade histórica aliado ao gostoso clima da serra. Mas a famosa Cidade imperial vai além e tem um amplo potencial turístico, capaz de surpreender as expectativas tanto de quem busca muita coisa para fazer quanto de quem quer apenas descansar.

O destino, aliás – desde o Brasil Colônia – é uma ótima escolha para quem deseja apreciar o friozinho da serra, um vinho, uma lareira, um abraço… Mas sua vasta lista de atrativos turísticos faz de Petrópolis uma cidade versátil que atende os que buscam uma viagem cultural, com seus museus renomados e casarões antigos, os que buscam ecoturismo, com seu Parque Nacional da Serra dos Órgãos cheio de trilhas e cachoeiras, os que visitam a cidade a fim de fazer compras na Rua Teresa, e os que curtem uma viagem gastronômica, já que a cidade conta com muitos bons restaurantes e mais recentemente, vem se destacando como uma das rotas cervejeiras mais significativas da região Sudeste.

Petrópolis conta com uma ampla rede hoteleira e é possível visitar muitas atrações em um roteiro de dois dias ou até em um dia de bate-volta a partir do Rio de Janeiro. A cidade tem a capital como referência pela proximidade (cerca de 66 quilômetros), mas também fica muito próxima de Juiz de Fora (cerca de 120 quilômetros), principal cidade da Zona da Mata Mineira. Quem deseja conhecer Petrópolis encontra nesse guia uma lista com os principais atrativos turísticos, onde ficar, o que fazer na cidade, dicas para visitar e um calendário de eventos, quesito no qual Petrópolis está muito bem servida.

Palácio Quitandinha

Palácio de Cristal

Catedral São Pedro vista da Praça da Liberdade

 

Como chegar

 

Os aeroportos mais próximos de Petrópolis são o Aeroporto Internacional Tom Jobim e o Aeroporto Santos Dumont, ambos no Rio de Janeiro. O Aeroporto Presidente Itamar Franco (Zona da Mata) fica a cerca de 160 quilômetros. Petrópolis fica na rota da BR-040 e quem vem tanto do Rio de Janeiro quanto de Belo Horizonte de carro deve seguir por ela. Quem vem de São Paulo tem acessos pela Via Dutra e BR-040.

Se precisar alugar um veículo para visitar Petrópolis, compare preços de várias locadoras e reserve nesse link aqui do blog. Você nos ajuda a continuar compartilhando dicas de viagem sem pagar nada a mais por isso.

As empresas de ônibus que levam à Petrópolis são a Viação Águia Branca a partir de São Paulo, Viação Única a partir do Rio de Janeiro e Juiz de Fora e Viação Útil a partir de Belo Horizonte.

 

O que ver e fazer em Petrópolis:

 

Petrópolis faz parte do Caminho Novo da Estrada Real e encanta os visitantes por conta de sua história entrelaçada à do Brasil, já que foi fundada pelo próprio imperador D. Pedro II, por suas construções históricas e cheias de influência alemã e pelo clima ameno durante o ano inteiro. O turismo gira em torno do centro da cidade e grande parte das atrações podem ser visitadas a pé. Confira a lista abaixo, lembre-se que muitos pontos turísticos de Petrópolis ficam fechados às segundas, anote as informações e veja a melhor forma de conciliar tudo para facilitar sua circulação na cidade (com mapa).

Para circular pelo Centro Histórico, estacione próximo ao Museu Imperial, ande a pé ou procure um City Tour de charretes estilizadas que remetem às carruagens do século 19. A oferta é vasta, o ponto de saída fica em frente ao Museu Imperial, cada charrete leva 4 pessoas e o tour de cerca e 1 hora custa R$ 70,00 parando em algumas atrações e R$ 60,00 sem paradas. Também há muitos receptivos turísticos na cidade e para outras dúvidas, consulte o Disque Turismo pelo telefone 0800-024-1516.

 

[ DICAS ] 1. No Centro de Informações Turísticas localizado na Praça da Liberdade há um Passaporte Cultural gratuito com informações sobre os pontos turísticos de Petrópolis e o livrinho dá descontos ou gratuidade nas atrações ou brindes.
2. Há outro centro de informações em frente ao Museu Imperial.
3. Em todo o Centro Histórico de Petrópolis tem Área Azul com estacionamento pago e placas indicando as atrações.

 

Vamos a um roteiro básico de como circular em Petrópolis e conciliar os pontos de interesse. Comece pelo Obelisco de Petrópolis na Rua do Imperador e siga pela Rua da Imperatriz até o Museu Imperial e o Palácio Amarelo. Aproveite para conferir as placas vermelhas com a história de cada casa. Depois do museu, siga para a Catedral de São Pedro e Casa da Princesa Isabel, que ficam em frente uma a outra. Agora, entre na Av. Köeller, uma das principais, onde estão quase todos os Casarões Históricos de Petrópolis. Você vai passar em frente ao Palácio Rio Negro e avistar a Praça da Liberdade. Ao lado está a Praça 14 Bis e do lado oposto, a Casa de Cláudio de Sousa. Mais à frente na mesma rua está o Museu de Cera de Petrópolis e em seguida, a Universidade Católica de Petrópolis, onde está o Relógio das Flores. Ao lado, a Casa de Santos Dumont. Para chegar ao Trono de Fátima, basta seguir a rua do relógio e se orientar pelas placas. Em certo ponto, será preciso entrar à direita e subir uns 2 quilômetros por uma rua estreita. A dica é conciliar essa atração com o Palácio Quitandinha, pois são mais afastadas e é preciso carro. Se fizer assim, depois de descer pela mesma rua, siga as placas até o palácio. No centro, concilie o Palácio de Cristal com a Cervejaria Bohemia, pois estão próximos, e não se esqueça de avistar a Catedral desde a Praça da Liberdade, pois a vista com a Av. Köeller em toda a extensão é muito bonita (foto acima). Veja o mapa abaixo ou clique e salve através desse link.

 

Para quem ama cultura:

 

  1. Museu Imperial

 

O Museu Imperial é um dos mais conhecidos do país e impressiona desde o lado externo, com seu jardim enorme e verde e sua fachada inconfundível. Do lado de dentro o que chama a atenção são as dimensões dos salões, a conservação e a história contada pelos mais de 7.800 itens dos séculos XVIII e XIX relativos ao império brasileiro. Há porcelanas, pratarias, joias, roupas, mobiliário, esculturas e até a coroa e o cerdo original de Dom Pedro II. Nos finais de semana ainda acontecem o Sarau Imperial e o espetáculo Som e Luz. Se for dormir na cidade, fica a dica!

  • Rua da Imperatriz, 220 – Centro / Tel: 55 (24) 2233-0300 / 2233-0360
  • Funcionamento: terça a domingo das 11h às 18h (bilheteria até às 17h30)
  • Jardins: terça a domingo das 8h às 18h
  • Entrada no Palácio: R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia)
  • Confira a programação e os valores de outras atrações no site.

 

  1. Museu de Cera de Petrópolis

 

Sem dúvida, o Museu de Cera é o mais divertido de Petrópolis. As esculturas perfeitas de personalidades brasileiras e internacionais em hiper-realismo convidam para fotos inusitadas a cada sala. O ambiente é super envolvente e se você não ficar de olho no relógio vai esquecer de ir embora. As salas são temáticas, com astros dos esportes, da música, do cinema, personalidades políticas e outras, tudo em um casarão tombado pelo IPHAN.

  • Endereço: Rua Barão do Amazonas, 35 – Centro / Tel: (24) 2249-1595
  • Funcionamento: terça a domingo das 11h às 18h (bilheteria até às 17h30)
  • Entrada: R$ 32 (inteira) e R$ 16,00 (meia)
  • Site

 

  1. Palácio Quitandinha

 

A construção de meados do século XX que é cartão-postal da cidade tinha o intuito de ser o maior cassino da América do Sul, com enormes salões e 440 apartamentos. Logo que o jogo foi proibido no Brasil o lugar se tornou hotel e, mais tarde, alguns apartamentos foram vendidos, tornando uma parte do prédio residencial. Com uma ampla área externa, é fácil ver por ali muitas pessoas fazendo piquenique e outras atividades no gramado ao ar livre, passeando de pedalinhos no lago que tem o formato do Brasil e claro, visitando os salões enormes e impressionantes do prédio frequentado por pessoas ilustres em seus tempos áureos. Fizemos o tour sozinhas e rapidamente, passando pelo teatro, pelos salões dos jogos, pela sala das crianças, pela piscina e tudo mais, mas a dica e fazer o tour guiado e se aprofundar na história do lugar.

  • Endereço: Avenida Joaquim Rolla, 02 – Quitandinha / Tel: (24) 2243-8327
  • Funcionamento: terça a domingo e feriados das 9h30 às 17h
  • Entrada: R$ 8,00 (inteira da visita livre) / R$ 16,00 (inteira da visita audioguiada ou guiada)
  • A visitação ao lago é gratuita e demais horários de funcionamento podem ser conferidos no site.

 

  1. Palácio de Cristal

 

O prédio revolucionário em arquitetura de ferro e vidro inspirado no Crystal Palace de Londres e no Palácio de Cristal do Porto foi encomendado pelo conde D’Eu e abrigava eventos organizados pela Família Imperial. Hoje, além da beleza peculiar o lugar ainda e sede de muitos eventos na cidade e quem passa por ali em um dia comum adora fazer fotos no lugar que é muito bonito e diferente. Cercado de verde, é um lugar tranquilo para relaxar.

  • Endereço: R. Alfredo Pachá, s/n – Centro / Tel: (24) 2247-3721
  • Funcionamento: terça a domingo das 9h às 18h
  • Entrada: gratuita

 

  1. Museu Casa de Santos Dumont

 

Você sabia que Santos Dumont pode ser considerado o percursor dos móveis multifuncionais e do delivery? Pois é, a genialidade e as peculiaridades do pai da aviação brasileira estão conservadas nesse museu curioso e pequeno, mas cheio de conteúdo. Tem desde as explicações sobre espaço e funcionalidade (tudo se movia e se adequava às necessidades dele), sobre sua vida na cidade imperial (incluindo a parte que ele conta sobre o garçom que levava diariamente sua refeição, já que a casa não tinha cozinha, daí o “delivery), sobre seus dirigíveis e muito mais. Para finalizar, um vídeo de 12 minutos é exibido. Vale a visita na “A Encantada” – nome da casa – e na história do pai da aviação.

  • Endereço: Rua do Encanto, 22 – Jacintinho / Tel: (24) 2247-5222 / (24) 2247-3158
  • Funcionamento: terça a domingo das 9h às 17h30

 

  1. Palácio Rio Negro e FEB

 

O prédio de 1889 que foi residência do Barão de Rio Branco acabou de reabrir após um período fechado para reformas. Lá, podemos conferir a construção, mobiliário e decoração da casa de verão dos presidentes do Brasil. No prédio de trás, encontramos um museu completo com as histórias e memórias dos soldados petropolitanos que lutaram na 2ª Guerra Mundial.

  • Endereço: Avenida Köeller, 255 – Centro / Tel: (24) 2246-2423
  • Funcionamento: terça a domingo e feriados das 10h às 17h
  • Entrada: gratuita em ambos

Palácio Rio Negro

 

>> Também vale visitar a Casa da Princesa Isabel, localizada no Centro Histórico (pode ser vista da calçada), a Casa Stefan, o Palácio Amarelo, o Museu Casa do Colono e a Casa de Cláudio de Souza e outros.

 

Praças, Igrejas e atrações públicas

 

A Catedral São Pedro de Alcântara é a igreja mais emblemática de Petrópolis, construída em 1884, onde está o mausoléu imperial, com os restos mortais do imperador de Dom Pedro II, de sua esposa Dona Tereza Cristina, da Princesa Isabel e do seu marido, o Conde D´Eu. A gente avista sua torre de vários pontos da cidade e sua beleza vale a visita.

Outro ponto interessante é o Trono de Fátima, localizado no alto de uma colina de onde se vê várias partes de Petrópolis. A escultura em mármore de 3,5 m. de altura é uma obra do renomado escultor italiano Enrico Arrighini.

A Praça da Liberdade e a Praça 14 bis ficam próximas uma da outra e são as duas mais próximas do centro histórico de Petrópolis.

O Relógio das Flores, em frente a Universidade Católica de Petrópolis, e o Obelisco de Petrópolis, que tem 20 metros de altura e homenageia a cidade e os alemães.

Catedral São Pedro

Trono de Fátima

Vista do Trono

Praça da Liberdade

Praça 14 Bis

 

Compras em Petrópolis

 

A Rua Teresa é conhecida como o maior shopping de moda a céu aberto da América Latina e é muito visitada pelos que procuram por confecções, principalmente para compras no atacado. Quem vai à Petrópolis apenas à passeio acaba visitando o lugar por causa de sua fama

O polo de moda do bairro Bingen, na entrada da cidade, também é muito procurado por revendedores de roupas, mas os turistas que têm mais tempo também visitam. Mas lembre-se: é preciso garimpar para encontrar preços baixos.

A Feirinha de Itaipava é a opção de mais fácil acesso, já que está às margens da BR-040, e costuma ter bons preços. Mas atenção: mesmo que você escolha visitar apenas um desses 3 polos de compras em Petrópolis, dedique pelo menos um período do dia só para isso.

Para chegar em cada um, basta seguir as placas a partir do Centro Histórico.



Rota Cervejeira

 

A Cervejaria Bohemia funciona em Petrópolis há mais de 160 anos e oferece atualmente uma experiência completa no universo cervejeiro. O Bar Bohemia é o primeiro que avistamos no complexo cervejeiro. No terraço, um restaurante amplo com pratos escolhidos a dedo, todos com indicação de harmonização com as cervejas da carta. Abaixo, o Empório Cave, onde o visitante encontra os rótulos de cerveja, as mostardas, e produtos como camisas, taças e growlers. E em meio a isso tudo, o Tour Interativo totalmente sensorial, informativo e o melhor, com degustação de 3 cervejas dos 10 rótulos produzidos lá. O conteúdo tem desde a história da cerveja, passando pela fabricação, até curiosidades do universo cervejeiro. Ficamos impressionadas com o tour e se você ama cervejas, separe um dia inteiro para o complexo da Bohemia, pois experiência é o que não falta!

  • Endereço: Rua Alfredo Pachá, 166 – Centro / Tel: 0800 725 0003
  • Funcionamento: terça a quinta das 13h às 17h, sextas das 10h às 17h, sábados e feriados das 10h às 18h30 e domingos das 10h às 17h30
  • Entrada: R$ 32,00 (inteira) – os ingressos são vendidos no site

 

Leia também: O tour da Cervejaria Bohemia

 
 
Outras cervejarias da cidade que esperamos conhecer na próxima são o Grupo Petrópolis, a Buda Beer e a Cervejaria Cidade Imperial.

Entrada do Tour / um dos corredores / final do Tour

Truta da Serra – Restaurante Bohemia

 

Ecoturismo em Petrópolis

 

Parque Natural Municipal de Petrópolis

O parque oferece duas trilhas leves com menos de 1 quilômetro de extensão cada (ida e volta) em meio ao verde da Mata Atlântica.

  • Endereço: Avenida Ipiranga, nº 853 – Centro
  • Funcionamento: diariamente das 7h às 17h

 

Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO)

Em meio ao maciço da Serra dos Órgãos, o parque tem ícones como Dedo de Deus, Agulha do Diabo, Pedra do Sino, Castelo do Açu, diversas trilhas de vários níveis, cachoeiras e a clássica travessia Petrópolis x Teresópolis, feita sobre as partes mais altas das montanhas por 30 quilômetros. Nós já fizemos essa travessia, que é sensacional e marcante! A entrada do parque em Petrópolis fica no Bairro do Bonfim, e lá no post tem mais informações. Confira o relato e as dicas abaixo:

 

Leia também: Emoções da Travessia Petrópolis-Teresópolis

 

Travessia Petrópolis x Teresópolis na Serra dos Órgãos

 

Quando ir

 
Apesar do clima ameno o ano inteiro e a melhor época para visitar Petrópolis é durante o inverno, estação em que a o frio e a neblina deixam a cidade ainda mais charmosa, mas há muitos eventos culturais ao longo do ano na cidade. Em junho acontece a Bauernfest – Festa do Colono Alemão, que envolve desfiles, danças folclóricas, tudo regado a cerveja e com a tradição de ser o segundo maior evento do tipo no país. Em julho tem Festival de Inverno, com uma vasta programação com música, dança, teatro e cinema. Em outubro tem Encontro Nacional de Motociclistas e em novembro tem o evento gastronômico Petrópolis Gourmet. Esses são os eventos que se destacam, mas há muitos outros que valem a pena conferir. Para fazer as trilhas do Parnaso, a temporada vai de maio a setembro, período com menos possibilidades de chuvas. No segundo sábado de cada mês acontece o Deguste, evento de cerveja artesanal. Por coincidência, foi justo o fim de semana que a gente estava na cidade e fomos lá conferir. Fica bem cheio, principalmente no sábado (fomos na sexta).

Deguste

 

Onde Comer em Petrópolis

 

A cidade é um destino completo para o turismo gastronômico e tem uma ampla oferta de restaurantes especializados em culinária brasileira e internacional, muitos indicados nos melhores guias de restaurantes do país e comandados por chefs reconhecidos. A dica para quem quer saborear o melhor da cozinha variada perto do Centro Histórico é Imperatriz da Leopoldina, em um lindo palacete antigo e com um cardápio disputado. O Restaurante Cervejaria Bohemia é outra opção muito procurada. Lá, experimentamos um hambúrguer artesanal e o prato indicado pelo chef no dia – Truta da Serra – e cada opção do cardápio, até as sobremesas, têm sua dica da cerveja que melhor harmoniza. Para um lache, a tradicional Casa do Alemão não pode ficar de fora, e para um chopp, vá à tradicional Casa D’Angelo, ambas próximas ao Museu Imperial. Falando no museu, separe um tempo após a visita para uma paradinha no seu café, o Duetto’s Café e Bistrô e prove uma quiche. Amamos! Para quem procura por massas, a dica é o Massas Luigi, em um lindo casarão antigo, e quem deseja um rodízio de carnes deve ir à Churrascaria Lago Sul, com vista para o lago e o Palácio Quitandinha. Por volta das 19 horas, ó rodízio da Petiscaria Imperial forma fila. Demos sorte e encontramos mesa rápido pois a maioria dos grupos eram grandes, mas há mais uns 3 bares igualmente animados por ali.

>> Outras opções muito interessantes são o Parrô do Valentim, o Oliveiras da Serra, o Il Perugino, o Fazenda das Videiras e muitos outros no entorno, no Vale das Araras e em Itaipava.

 

Onde Ficar em Petrópolis

 

Petrópolis oferece uma vasta rede hoteleira com opções de hotéis de várias categorias, pousadas em casarões coloniais que são um amor, resorts e hostels tanto na área urbana quanto nos recantos aconchegantes entre verde e serras. A dica para quem quer turistar na cidade é ficar próximo ao Centro Histórico. Quem deseja curtir a dois ou fugir da correria deve ficar no entorno da cidade e curtir a serra com mais tranquilidade. A única opção com menos oferta no centro é camping, só encontrado no entorno.

Nós ficamos hospedadas na Cronos Guest House, uma opção que foge do comum, encanta por sua tranquilidade e nos aproxima mais de outros viajantes e da cidade. A hospedagem fica a cerca de 1,5 quilômetros do início do Centro Histórico e é uma opção com conforto e bem mais em conta que as pousadas tradicionais. A gente se sentiu em casa lá e super recomenda o local.

Confira mais sobre esse estilo de hospedagem, veja mais detalhes do lugar e como foi nossa experiência lá:

Cronos Guest House: dica de hospedagem em Petrópolis

Cronos Guest House: dica de hospedagem em Petrópolis

Pousada Cronos Guest House

  • Endereço: Estrada da Saudade, 485 – Estrada da Saudade, Petrópolis
  • Telefone: (21) 98353-9378
  • Para reservar, use esse link. (Você nos ajuda a continuar compartilhando dicas de viagens sem pagar a mais por isso)

 
Faça uma cotação de seguro viagem, compare os preços de várias seguradoras e pague em até 12x ou com desconto no boleto bancário no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto e viaje tranquilo: VIDASEMPAREDES5

Ao reservar com um de nossos parceiros através dos nossos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

 
Petrópolis – RJ: cerca de 300 mil habitantes | cerca de 800 m. de altitude | 110V
Data da viagem: janeiro de 2017

 

Por Camila Coubelle

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Pingback:Cronos Guest House: dica de hospedagem em Petrópolis | vida sem paredes

  2. Pingback:Conheça o divertido Museu de Cera de Petrópolis | vida sem paredes

  3. Pingback:A deliciosa experiência no Tour da Cervejaria Bohemia | vida sem paredes

  4. Pingback:8 motivos para visitar o Museu Imperial de Petrópolis | vida sem paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *