Um pouquinho da Estrada Real

Não só por ser uma rota turística, mas a Estrada Real conquistou o nosso encanto também pelas simplicidades que persistem ao longo dos seus caminhos, mesmo em meio a tantas grandiosidades.

É a maior rota turística do país, com cerca de 1.630 km de extensão que percorrem cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Cidadezinhas desconhecidas, lugares onde o tempo não passou, inúmeras belezas naturais, lendas e causos únicos, receitas de centenas de anos… coisas simples, mas de uma riqueza enorme para quem curte uma boa história, para quem tem a inquietude dos espíritos aventureiros que estão sempre em busca de algo novo e diferente. A Estrada Real é um prato cheio! E por falar em prato, o circuito oferece a fina flor das delícias culinárias de Minas. Conheça mais sobre, veja como fazer seu Passaporte da ER e confira os posts sobre algumas cidades.

 Vida sem Paredes - Estrada Real (1)

Estrada Real Ontem

 

Desde meados do século 17 os colonizadores trilharam um caminho – o chamado ciclo do ouro – levando riquezas e mercadorias até os portos. Percorrido pela realeza, foi oficializado pela Coroa Portuguesa com o nome de Estrada Real. Esse trajeto histórico e cultural que guarda boa parte da história do nosso país, não é via de uma mão só, pois também abriu as portas para o coração da região, para que ontem e ainda hoje, a gente pudesse adentrar e conhecer suas belezas.

 

Estrada Real Hoje

 

Para preservar e valorizar este patrimônio, nasceu um projeto que fez da estrada uma atração turística. Desde 2001, é possível percorrer de carro, cavalo e, para os mais obstinados, até a pé. O resgate das histórias e tradições, bem como da identidade dos lugares oferece aos viajantes um bocado de coisa bonita para se ver e descobrir. É um patrimônio histórico e cultural, preservado para que a gente possa saborear bem lentamente, do jeitinho mineiro de comer quieto.

 

Os 4 Caminhos da Estrada Real:

 

Vida sem Paredes - Estrada Real (1)

 

O Passaporte da Estrada Real:

 

Quem pretende percorrer um dos caminhos ou toda a Estrada Real pode preencher uma ficha de inscrição através do site e retirar o documento gratuitamente em Ouro Preto, Paraty, Petrópolis, Cocais, Tiradentes ou Diamantina. Com ele em mãos, o viajante pode carimbá-lo nos pontos oficiais em cada cidade do circuito e ao final, retirar o Certificado referente a cada caminho percorrido. Nós retiramos em Paraty e já com o 1º carimbo ficamos encantadas com o fato de que cada um deles tem um desenho que representa a cidade.

A rota é toda sinalizada com seus famosos marcos, e no site do Instituto Estrada Real tem informações completíssimas sobre cada cidade, sobre cada um dos quatro caminhos, os atrativos de cada região, tudo de acordo com o perfil e preferências do turista. Ainda tem mapas, roteiros planilhados, GPSs e altimetria para downloads. É um acervo completo para se informar sobre tudo!

Só as cachoeiras são mais de 500. Isso já é motivo de sobra para colocar a Estrada Real nos seus planos de viagem. Pelos caminhos, ainda há igrejas, museus, construções coloniais, reservas ecológicas, trilhas, matas, vilarejos, espécies preservadas, cachaças, sabores, pessoas e muitas, muitas coisas inimagináveis. Conhecer a Estrada Real é reviver a história descobrindo lugares fascinantes. Nós já começamos a percorrer o Caminho Velho, mas isso é assunto para outro post.

Curta nossa página e acompanhe!

 

Estrada Real

Já estamos carimbando o nosso!

 

Vale a pena descobrir a Estrada Real! Partiu?

 

Conheça melhor algumas cidades que fazem parte da Estrada Real:

 

>> Caminho Velho:

Tiradentes: o que fazer na cidade histórica de MG

Atrações turísticas em São João del-Rei

Carrancas e suas cachoeiras incríveis

Cruzília: a cidade dos queijos deliciosos

O que fazer em Baependi: confira as dicas

O que há de melhor para se fazer em Caxambu

Visitando o Parque das Águas de São Lourenço

Paraty: dicas do que ver e fazer lá

>> Caminho Novo:

Barbacena: Museu da Loucura

Juiz de Fora: Top 8 museus gratuitos

Guia e dicas do que fazer em Petrópolis

 


Organize sua próxima viagem aqui
 
>> Veja as opções de hospedagem em Minas Gerais e reserve na Booking.com através desse link. (Ao reservar através de nossos links você ajuda o blog vida sem paredes a continuar compartilhando dicas de viagem sem pagar a mais por isso. Obrigada!)

 

>> Se precisar alugar um carro para visitar Minas Gerais, escolha o ponto de partida e compare os preços de todas as locadoras através desse link.

 

>> Faça uma cotação do seu seguro viagem através desse link e aproveite com tranquilidade. Use nosso CUPOM DE DESCONTO EXCLUSIVO e ganhe 5% de desconto no seu seguro.

Cupom: VIDASEMPAREDES5


 

Por Camila Coubelle

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

2 Comments

  1. Pingback:Atrações para visitar em Bichinho, MG | vida sem paredes

  2. Pingback:Paraty: dicas do que ver e fazer lá | vida sem paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *