Início AMÉRICA DO SUL Ilha Grande RJ: tudo sobre o paraíso em Angra dos Reis

Ilha Grande RJ: tudo sobre o paraíso em Angra dos Reis

A Ilha Grande, em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, é sem dúvida o primeiro destino que me vem em mente quando penso em lugares paradisíacos na região Sudeste do Brasil. A ilha cheia de praias de águas cristalinas, cachoeiras e trilhas não tem acesso por carro, somente por barco, em um trajeto de menos de uma hora. Atualmente, é Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, em um conjunto que inclui Paraty.

Nós já visitamos a Ilha Grande duas vezes e conhecemos diversas praias, incluindo as mais famosas e bonitas. Preparamos um roteiro bem completo com todas as informações úteis que você precisa para organizar sua viagem. Aqui você vai descobrir:

Roteiro de 4 ou mais dias

Quando ir

Melhor vila para se hospedar

Como chegar

Melhores passeios de barco

Praias imperdíveis

Confira até o final e veja o que fazer em Ilha Grande, Rio de Janeiro!

ilha grande rj
A belíssima praia da Parnaioca, no sul da Ilha Grande

ilha grande rj
O coqueiro deitado, famoso na praia de Aventureiro, é um dos cartões-postais do destino.

Quantos dias ficar + roteiro em Ilha Grande

Nós acreditamos que quatro dias inteiros são ideais para conhecer as principais atrações de Ilha Grande, estando hospedado na vila do Abraão. Isso significa fazer passeios de barco para conhecer as principais praias.

Se a ideia é ficar descansando de frente para uma praia o dia inteiro, a vila de Araçatiba, que é mais vazia, pode ser uma alternativa. Nesse caso, um fim de semana é suficiente – vale lembrar que a oferta de passeios de barco em Araçatiba é pequena.

Ou ainda, se o desejo é acampar em praias mais desertas, Aventureiro ou Parnaioca são boas escolhas. Veja o mapa abaixo antes de conferir os roteiros:

mapa ilha grande
Mapa Ilha Grande | Fonte: loucosporpraia.com.br

Dia 1: chegada na ilha, almoço na vila do Abraão e praia do Abraão ou Abraãozinho

Dia 2: passeio de barco Volta na Ilha: praias de Caxadaço, Parnaioca, Aventureiro e Meros

Dia 3: passeio de barco Meia Volta: Lagoa Verde, Lagoa Azul, praia do Amor, Saco do Céu e Camiranga

Dia 4: praia de Lopes Mendes, ou passeio de barco Super Sul: Ilha de Jorge Grego, Dois Rios, Caxadaço e Lopes Mendes

Dia 5: retorno


Se tiver mais dias:

Dia 5: dia livre de praia em Abraão (sugiro um dia off para “descansar” dos barcos)

Dia 6: passeio de barco Ilhas Paradisíacas: Dentista, Cataguases, Ilhas Botinas, Praia da Piedade e alguma outra praia

Dia 7: retorno


Nós também já fizemos um roteiro focado em trilhas:

Dia 1: ida de barco para praia de Aventureiro e dia na praia

Dia 2: ida de barco de Aventureiro para praia de Parnaioca, e trilha até Dois Rios e vila do Abraão (total de 14,8km)

Dia 3: trilha para Lopes Mendes (7,2km só ida), retorno para Angra dos Reis

Sobre a Ilha Grande

A Ilha Grande tem 193 km² e é distrito de Angra dos Reis, na região conhecida como Costa Verde. A ilha faz parte de um arquipélago com mais 186 ilhas e tem mais de 100 praias. São cerca de 7 mil habitantes, divididos em cerca de 13 vilas de pescadores. Mangaratiba e Paraty são outras cidades próximas, bem como o distrito de Conceição de Jacareí.

o que fazer na ilha grande rj
A vila do Abraão é a maior e principal da Ilha Grande

vila do abraao
À noite a movimentação nos bares e restaurantes é intensa

Melhor época para visitar

O clima na Ilha Grande é bastante instável e é difícil pegar vários dias seguidos de sol. Na primavera e no verão (de setembro a março), os termômetros batem fácil a marca dos 30°, e podem ocasionar chuvas fortes no final do dia.

A melhor época para curtir as belezas da Ilha Grande é no outono (março a junho) ou no inverno (junho a setembro), já que as temperaturas são mais amenas e as chances de dias lindos de sol são maiores.

É bom lembrar que os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e julho são considerados alta temporada, por conta das férias escolares, e a ilha fica cheia de turistas. Nesse período, os preços das pousadas costumam aumentar e, por isso, é bom fazer as reservas com antecedência. Especialmente nas festas de fim de ano, carnaval e feriados prolongados, datas em que as hospedagens ficam lotadas.

ilha grande rj
Pôr do sol na Lagoa Azul, um dos cartões-postais da ilha

Onde se hospedar: vila do Abraão, Araçatiba ou praias do sul?

Os pontos mais famosos para se hospedar em Ilha Grande são Abraão, a vila mais estruturada da região; Araçatiba, com menor – mas boas – ofertas de pousadas; Aventureiro e Parnaioca, no sul da ilha, que têm opções de campings e algumas suítes.

 

Abraão

É onde está o maior número de pousadas, hotéis, hostels e campings. É o ponto de chegada da maioria dos turistas e tem uma ótima infraestrutura de bares, restaurantes, agências de turismo, padarias, lojas e mercados que ficam abertos até tarde. A vila fica bem movimentada na alta temporada e sempre há bares com música ao vivo e movimentação na rua principal.

Se deseja se hospedar com conforto em Abraão, as Pousadas Rubi, Pé na Areia e Bugio são ótimas opções de frente para a praia. O CLH Suítes Ilha Grande também é uma alternativa com ótimo custo-benefício. Já o Beira Mar Hostel & Suítes tem a comodidade de estar em frente ao píer de Abraão, oferecendo quartos compartilhados com banheiro e café da manhã.

Em Abraão também tem boa oferta de hospedagem no Airbnb, e se for sua primeira reserva na plataforma, aproveite esse cupom de R$ 130 de desconto.

 

Araçatiba

Por ser uma vila menor, as opções de hospedagem em Araçatiba são mais escassas que em Abraão. Os hotéis e pousadas da vila de pescadores, geralmente, oferecem buffet de café da manhã e alguns tem serviço de restaurante à noite, já que a região oferece poucas opções para o turista – são 6 restaurantes, 1 pizzaria e 1 mercadinho (que fecham cedo).

Se hospedar em Araçatiba é certeza de estar mais conectado com a natureza, com menos vai e vem de pessoas e um clima mais aconchegante, bem ao estilo caiçara.

Algumas opções de hospedagem na vila são o Ilha Hostel & Pousada, econômico e com dormitórios compartilhados. Quem busca um pouco mais de conforto, pode alugar uma suíte na Pousada Recanto do Sol, Bem Natural Pousada ou a Pousada Tropical Araçatiba, todas de frente para o mar e com café da manhã caprichado.

 

Aventureiro

Praticamente isolada, a Praia de Aventureiro é para quem quer se desconectar – literalmente. Sem sinal de celular e pouca energia elétrica (o gerador é desligado à noite), a vila de pescadores tem uma infraestrutura de restaurantes caiçaras, com comida simples, mas muito saborosa. Há algumas suítes básicas para lugar (veja os contatos mais abaixo), mas o forte ali são os campings.

Se sua escolha for se hospedar em Aventureiro, vale a pena levar sua própria comida para café da manhã e lanche, dinheiro (pois poucos lugares aceitam cartão) e pouca bagagem, já que que ficará o dia todo com os pés na areia curtindo a natureza. 

Contatos das suítes em Aventureiro: (24) 99976-3837 – Verte | (24) 99913-2050 – Alex | (21) 98710-7059

 

Parnaioca

Outra praia no estilo roots é a Parnaioca, que, de um lado tem as maravilhas da Mata Atlântica, e de outro as águas cristalinas do mar aberto. Até pouco tempo era proibido pernoitar na praia, por isso não há infraestrutura de restaurantes ou bares. Há alguns campings por lá, mas os mais famosos são o do Seu Sílvio e o da Janete, que também oferecem alguns poucos quartos mais confortáveis

Contatos dos campings na Panaioca: (21) 3155-9636 ou (21) 98829-4749 – Seu Silvio | (21) 9674-7616 – Janete

Como chegar

Os aeroportos mais próximos são os do Rio de Janeiro, distante apenas 100km de Mangaratiba, e a 170km de Angra dos Reis, as duas principais cidades de onde saem barcos para a Ilha Grande.

Os aeroportos do Rio, Galeão (GIG) e Santos Dumont (SDU), recebem voos diários de vários lugares do Brasil. Uma dica é conferir passagens aéreas em oferta nesse link.

De carro a partir do Rio de Janeiro o trajeto é pela BR-101 (Rio-Santos); de São Paulo pela BR-116 (Via Dutra) até Barra Mansa e RJ-155, em um total de cerca de 400km; de BH pela BR-040 (até Três Rios), BR-393 (até Barra Mansa) e RJ-155.

É possível deixar o carro em estacionamentos privados próximos aos portos de embarque.

Se precisar alugar um carro para fazer sua viagem, recomendamos esse buscador online que compara preços e serviços de diversas locadoras disponíveis, auxiliando encontrar a melhor opção. Entretanto, enfatizo que esse é um destino que não vale a pena estar de carro, pois ele ficará parado no estacionamento em Angra, que custa em torno de R$ 40 a diária.

De ônibus, use as empresas Costa Verde a partir do Rio de Janeiro, viação Reunidas Paulista a partir de São Paulo e São José dos Campos; viação Útil a partir de Belo Horizonte, Juiz de Fora e Ubatuba; e viação Colitur a partir de Barra Mansa, Paraty, Volta Redonda e Resende.

Outra opção para quem está no Rio de Janeiro é contratar um transfer privado no TourOn, com parcelamento no cartão.

Preços, horários e portos de onde saem os barcos

Para Abraão

Quem vem do Rio de Janeiro não precisa ir até Angra dos Reis: pode pegar a barca em Mangaratiba, ou os botes infláveis (beeem mais rápidos) em Conceição de Jacareí.

A CCR Barcas é a empresa que opera o trecho de barcas até a vila do Abraão, com saídas de Mangaratiba diariamente às 8h, sendo que às sextas há um horário extra às 22h. O embarque acontece no centro, em frente à Igreja Nossa Senhora da Guia, ao lado do desembarque do ônibus que vem do Rio.

A viagem dura aproximadamente uma hora e o preço é R$ 16,70 (jan/2020). Há mais de 500 lugares na barca, então é fácil adquirir o bilhete chegando meia hora antes no cais. O retorno de Abraão para Mangaratiba é às 17h30.

Se quiser investir um pouco mais para chegar mais rápido, pegue um táxi boat em Conceição de Jacareí para a vila do Abraão. A viagem dura apenas 20 minutos e custa R$ 45. Outra vantagem é a disponibilidade de horários, de 8h às 18h, com saídas de hora em hora. O Cais Turístico de Conceição de Jacareí também fica bem perto do ponto de parada do ônibus.

 

Quem vem de outros destinos encontra o melhor cais de embarque em Angra dos Reis, conhecido como cais turístico, Cais da Lapa ou Estação Santa Luzia. Fica no centro, a 2,2km do Terminal Rodoviário Vereador Nilton Barbosa. As saídas de barca de Angra para Abraão acontecem às 15h30 de segunda a sexta, e às 13h30 sábados, domingos e feriados. A viagem dura cerca de uma hora e meia e a passagem também custa R$ 16,70. O retorno de barca de Abraão para Angra dos Reis é às 10h.

Do mesmo porto também saem botes infláveis para a vila do Abraão, com partidas de hora em hora, diariamente, das 7h às 18h30. O trajeto custa R$ 60 – comprando ida e volta sai por R$ 50 o trecho (jan/2020) – e dura cerca de 40 minutos. A passagem pode ser adquirida meia hora antes e as empresas aceitam cartão. A nossa dica é já comprar a passagem de volta, para garantir o horário.

 

Para Araçatiba

Já os barcos para Araçatiba saem apenas do Cais dos Pescadores, ao lado da Estação Santa Luzia e custam R$ 30 para um trajeto de cerca de uma hora e vinte minutos. As saídas acontecem às 14h de segunda a sexta, mas na sexta há um horário extra às 20h. O retorno é às 7h de segunda a sexta, e às 17h aos domingos. Vale a pena confirmar os horários através do telefone (24) 99968-8498 ou fazer um orçamento com táxi boat particular para outros horários através dos telefones (24) 99981-8015 | (24) 98229-3275 ou (24) 99958-7426.

 

Para Aventureiro

Para a praia de Aventureiro o trajeto é um pouco mais complicado, pois a embarcação navega em mar aberto e a viagem está sujeita a condições climáticas favoráveis. A viagem custa em torno de R$ 60 (jan/2020) e dura em média duas horas. A melhor opção é consultar as saídas diretamente com os barqueiros: Armando (21) 96442-6761 | Stephanie (24) 99956-5256 | Iverson (24) 99992-6926 | Odair (24) 99902-3121. Consulte também com eles se vão até a Parnaioca, ou, se o destino final for esta praia, siga para Aventureiro e contrate um barco ou táxi boat para a Parnaioca de lá. Contato: Edinaldo, (24) 99955-9993.

Para dormir em Aventureiro é preciso solicitar uma autorização (máximo de 560 pessoas por dia). O cadastro é feito no Centro de Informações Turísticas, na Avenida Ayrton Senna, n° 580 – Praia do Anil (próximo ao centro e da rodoviária de Angra), das 8h às 17h. É gratuito, leva menos de 10 min. e é preciso levar o RG. Mais informações: (24) 3369-7704 ou (24) 3365-6421 ou cit@angra.rj.gov.br.

 

D I C A S:

Não há caixas eletrônicos em Ilha Grande e as tomadas são 110V. Sempre é bom lembrar que esse lugar merece ser preservado: não jogue lixo em lugar nenhum e respeite as regras e moradores locais.

O que fazer em Ilha Grande:

1. Vila do Abraão, praia do Abraão e praia do Abraãozinho

o que fazer ilha grande
Vila do Abraão tem movimentação intensa o dia inteiro, com seus inúmeros restaurantes pé na areia
praia do abraao
A praia do Abraão é a mais cheia da vila, devido ao seu fácil acesso
praia do abraaozinho
Já a praia do Abraãozinho fica um pouco mais vazia

No dia de chegada na ilha, a melhor opção é conhecer a vila principal e seus inúmeros cafés, bares e restaurantes com mesas ao ar livre e pé na areia. Sob as sombras de grandes árvores, com música ao vivo e cardápio delicioso, tire pelo menos duas horas para descansar da viagem e curtir essa vibe tão gostosa na orla da praia.

Depois, finalize caindo no mar ali mesmo, ou na praia de Abraãozinho, que é mais vazia. Para chegar a essa praia, percorra uma trilha que começa no canto direito da praia do Abraão, e siga as placas. São cerca de 2km de trilha leve passando pelas praias Júlia, da Bica, Comprida e Crena, todas pequenininhas, e por último, a praia do Abraãozinho, que tem algumas barracas com mesas e guarda-sol. Também há disponibilidade de táxi boat por cerca de R$ 20 cada trecho e cinco minutos de travessia.

À noite o movimento continua nos restaurantes, e algumas opções legais são o Café Canoa Bar, o Rei da Moqueca e o Las Sorrentinas, mas as opções são inúmeras.

2. Passeios de barco

São a melhor forma de conhecer as praias da Ilha Grande. Isso porque, em algumas delas, só é possível chegar por embarcação ou trilha.

É fácil contratar o passeio de véspera e todas as agências oferecem os mesmos roteiros e preços. São diversas opções na rua da praia e nem adianta pesquisar muito. É possível pagar com cartão, e no ato da reserva, deixar uma parte do valor, por garantia. Se for altíssima temporada (Carnaval e Réveillon), reserve assim que chegar na ilha. Outra opção é reservar com antecedência no GetYourGuide (links abaixo).

Os roteiros partem entre 9 e 10 horas e duram de 6 a 8 horas, com parada de 1h30 para almoço. O tempo de permanência nas praias varia de 30 minutos a 2 horas, dependendo do tour. O preço também pode ter um desconto se for baixa temporada.

Se puder, leve snorkel para nadar com os peixes. Veja os passeios mais famosos abaixo:

Volta à Ilha (R$ 200 – jan/2020): Caxadaço, Parnaioca, Aventureiro, Meros e Maguariquessaba (reserve aqui).

Meia volta (R$ 160 – jan/2020): Lagoa Verde, Lagoa Azul, Saco do Céu, praia do Amor e Camiranga.

Super Sul (R$ 160 – jan/2020): Ilha de Jorge Grego, Dois Rios, Caxadaço e Lopes Mendes

Ilhas Paradisíacas (R$ 200 – jan/2020): Ilhas Botinas, Ilha de Cataguás, Ponta da Piedade e praia do Dentista (reserve aqui).

D I C A 1: Se tiver pouco tempo, priorize os passeios de “Volta à Ilha” e “Meia Volta”, pois você vai conhecer o maior número de praias e os lugares visitados são incríveis! E fique atento à previsão do tempo, pois passeios como o “Volta à Ilha” podem ser cancelados, caso as condições do mar impeçam a navegação.

D I C A 2: As agências oferecem água de brinde e os barcos possuem cooler para colocar bebidas (o gelo também é por conta da agência). Leve também algum lanche, pois o almoço pode demorar.

3. Praias de Ilha Grande

Lopes Mendes

A trilha que começa no canto direito da praia de Abraão é sinalizada e tem um total de 7,2km só de ida, passando pelas praias de Palmas, Pouso e Mangues.

Quem quiser passar o dia na praia e não quiser ir pela trilha, também pode contratar um táxi boat (cerca de R$ 30 o trecho) ou barcos (R$ 20 o trecho), que levam 20 e 40 minutos, respectivamente. Há vários saindo do píer de Abraão e os tickets podem ser comprados nas agências, direto com os barqueiros, ou com antecedência no GetYourGuide. Os barcos só vão até a praia de Mangues, e o último trecho, de 1,2km, deve ser feito pela trilha.

Lopes Mendes está em várias listas das 10 praias mais bonitas do Brasil. São 3Km de areias que cantam um chiado fino quando pisadas, e águas extremamente transparentes. Não há barracas e restaurantes, apenas vendedores ambulantes que oferecem bebidas, sanduiches e biscoitos.

No canto esquerdo tem uma enorme boia que se soltou de um navio, encalhou lá, e serviu de ponto de partida para o artista plástico Silvio Cavalheiro transformar em uma inusitada obra.

lopes mendes
A praia de Lopes Mendes já esteve presente em diversas listas de praias mais bonitas do Brasil

lopes mendes
As águas cristalinas de Lopes Mendes fazem sucesso com os visitantes
Praia do Aventureiro

Tem 500 m de areia fina e águas cristalinas. É lá que fica seu cartão-postal, que também representa a Ilha Grande, o famoso “coqueiro deitado”.

Além da visita através do passeio de barco “Volta à Ilha”, a praia pode ser acessada por trilhas desde Araçatiba (8,3km) ou Provetá (3,7km), mas para isso, separe um dia inteiro. Perto do cais estão as entradas dos mirantes do Sundara e do Espia: fáceis de visitar e oferecem uma visão privilegiada do mar.

coqueiro deitado
O famoso “coqueiro deitado” da praia do Aventureiro

praia de aventureiro
A praia de Aventureiro fica na parte sul da Ilha Grande e é uma das mais bonitas. Ela é ponto de parada do passeio “Volta à Ilha”.
Praia da Parnaioca

Essa praia de 1.000 metros tem seu próprio rio no canto direito e um tom de verde hipnotizante. Na nossa opinião, é a praia mais bonita da Ilha Grande.

Quem vê hoje as ruínas de antigas construções feitas pelas mãos dos escravos e a pequena Igreja do Sagrado Coração de Jesus não imagina que essa já foi a praia mais populosa da Ilha Grande.

O passeio “Volta à Ilha” para nela por 50 minutos, mas os mais animados – que pretendem dormir por lá, podem acessar por trilha a partir de Dois Rios, em um total de 14,8km de caminhada. Parece muito, mas já fizemos esse trajeto, e não é pesado.

parnaioca
A Parnaioca é uma das praias mais isoladas da Ilha Grande, ponto de parada do passeio “Volta à Ilha”

parnaioca
A praia da Parnaioca não tem pousadas e restaurantes, mas é de uma beleza única.
Dois Rios

Com 1km de águas geladas e cristalinas, essa praia fica na vila que abrigou o extinto presídio Cândido Mendes.

A Universidade Estadual do Rio de Janeiro – UERJ administra o vilarejo atualmente, onde está o Centro de Estudos Ambientais e Desenvolvimento Sustentado – CEADS. É uma das mais conhecidas praias da Ilha Grande. Entretanto, não é permitido pernoitar na vila de Dois Rios.

Fora o passeio “Super Sul”, outra forma de acessar a praia é através de uma trilha de 7km a partir da Vila do Abraão (só de ida). A trilha é longa, mas simples – na verdade é uma estrada de terra, a única da Ilha Grande.

A visita às ruínas do presídio leva de 20min a 1h, vai depender do seu interesse em ler algumas histórias e ver as peças do Eco Museu que funciona lá. Quando visitamos o local tivemos a sorte de encontrar o Sr. Júlio, ex-detento que ainda vivia na vila, e ouvimos algumas histórias interessantes da época, mas ele faleceu recentemente.

Caxadaço

Essa praia pequena e linda pode ser acessada através do passeio “Meia Volta”, ou por trilha de 11,3km só de ida a partir da vila do Abraão. É muito bonita, mas por ser pequena, fica muito cheia de barcos.

praia caxadaco ilha grande
Caxadaço é pequena e isolada, com uma tonalidade linda!
Meros

Um dos lugares mais interessantes para fazer snorkelling (nos recifes do canto direito), essa praia é o último ponto de parada do passeio “Volta à Ilha”.

Lagoa Verde

Acessível por trilha de meia hora a partir de Araçatiba, ou no passeio de barco “Meia Volta”, essas piscinas naturais são ótimas para mergulho.

lagoa verde ilha grande
Os passeios de barco fazem paradas de 50 minutos na Lagoa Verde
Lagoa Azul

Esse é um dos cartões-postais da Ilha Grande, ponto perfeito para mergulho. A tonalidade da água é incrível e as piscinas naturais são muito agradáveis. O acesso se dá através do passeio “Meia Volta”, que para em mais quatro pontos. Outra opção é contratar somente um barco para passar o dia na Lagoa Azul (R$ 70), mas é possível garantir com antecedência nesse link do GetYourGuide.

lagoa azul ilha grande
Lagoa Azul é uma piscina natural cartão-postal de Ilha Grande
O que levar na mala para Ilha Grande

O clima tropical e as temperaturas altas durante o dia exigem roupas leves e confortáveis. Durante a noite, a famosa brisa que vem do mar pode pedir um casaquinho. No geral, as pessoas dão preferência a roupas despojadas, já que até na maior vila, Abraão, as ruas são de areia. Protetor solar é fundamental. Para encarar as trilhas como nós, é preciso bota ou tênis, e chapéu/boné e capa de chuva.

Leia também:

O que fazer em Paraty

Praias de Trindade, RJ

Como chegar na praia do Sono

O que fazer em Ubatuba, SP

Espero que nosso roteiro com o que fazer na Ilha Grande RJ te ajude a organizar uma viagem incrível para lá. Se ficou alguma dúvida, basta deixar um comentário.

por Camila Coubelle e Nange Sa

Resolva sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento só no check-in com a Booking.com.
ALUGUEL DE CARRO em até 10x no cartão, sem IOF, ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no buscador Rentcars.com.
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo, já com nosso cupom de desconto VIDASEMPAREDES5 aplicado.
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb.
PASSAGEM AÉREA em promoção e até 12x no Viajanet, ou com até 25% OFF e 6x no Passagens Promo.
CHIP DE INTERNET com plano de dados para mais de 100 países e conexão ilimitada com a EasySim4U ou a Viaje Conectado.
INGRESSO antecipado para atrações, eventos, passeios e transfer no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com a GetYourGuide ou a TourOn.
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3



As dicas do vida sem paredes te ajudaram?

Então fale com a gente no FACEBOOK, no INSTAGRAM, no PINTEREST ou no YOUTUBE.
Compartilhe com os amigos!
Vida sem Paredeshttps://vidasemparedes.com.br/
Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa. Aqui você encontra muitas dicas, roteiros, guias de destinos incríveis pelo mundo. A gente divide nossas experiências para inspirar as suas.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe com os amigos!