Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba

Desconto no Seguro Viagem

 

Campina Grande é famosa pelo “maior São João do Mundo” e procuradíssima durante essa tradicional festa, época em que suas diversas atrações culturais ganham um colorido e uma trilha sonora especial. Bandeirinhas e o som da sanfona, zabumba e triângulo estão em todas as esquinas da cidade, saudando os milhares de visitantes.

São diversos museus, feiras e pontos turísticos relacionados a festa de São João para visitar, e a comida regional é uma atração à parte.

Campina Grande fica no Agreste da Paraíba, a cerca de 135 quilômetros da capital João Pessoa.

Confira o que fazer na cidade que é um grande polo industrial e cultural do interior do Nordeste. Nesse guia tem dicas de onde se hospedar, onde comer e o que comer, como chegar e o que visitar.

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Parque do Povo
O que fazer em Campina Grande: Açude Velho
O Açude Velho é ponto de referência em Campina Grande
Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Na Vila do Artesão

 

Onde se hospedar em Campina Grande

 

A melhor opção é ficar na área entre o Açude Velho e a Av. Mal Floriano Peixoto, na região central de Campina Grande (veja mapa). Assim, será possível circular a pé entre as principais atrações.

A rede hoteleira não é muito grande e se for visitar na época do São João, reserve com bastante antecedência.

O Hotel Village Confort é confortável, bem avaliado e fica às margens do Açude Velho. Já o Nord Easy Campina Grande é uma opção três estrelas bem avaliada no centro. O The Garage Hostel e o Campina Hostel são duas opções de albergues legais que oferecem tanto quartos compartilhados quanto privativos. Confira aqui todas as ofertas de hospedagens em Campina Grande e reserve de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in.

VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
A melhor região é a demarcada no quadrado

 

Melhor época:

Junho e início de Julho: além das festas juninas, o clima é mais ameno. É o período mais chuvoso na região, mas não atrapalha, já que as chuvas não são duradouras.

 

Como chegar em Campina Grande

 

O Aeroporto Presidente João Suassuna em Campina Grande é o mais próximo, a cerca de 6 quilômetros do centro da cidade, mas recebe menor número de voos. Confira ofertas de passagem aérea com até 25% de desconto no Passagens Promo através desse link.

Outras opções são o Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto de João Pessoa, capital da Paraíba, que fica a cerca de 117 quilômetros do centro de Campina Grande, e o Aeroporto Internacional de Recife / Guararapes – Gilberto Freyre, que fica a aproximadamente 220 quilômetros.

Para ter mais flexibilidade, vale a pena alugar um carro em até 12x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto. É super fácil comparar os preços de diversas locadoras para escolher a melhor opção. Uma dica: quanto mais antecedência na reserva, mais barato fica!

De carro:

  • A partir de João Pessoa, acesso pela BR-230 sentido Campina Grande.
  • A partir de Pernambuco, acesso pela BR-104.

De ônibus:

Durante o São João é fácil encontrar os famosos “alternativos”, que são vans e táxis coletivos para Campina Grande a partir de João Pessoa e Caruaru, interior do Pernambuco, outra cidade muito procurada durante o São João. Nós chegamos com ônibus a partir de Recife e em seguida, fomos de Campina Grande para Caruaru através de vans que partem de frente da rodoviária.

 

O que fazer em Campina Grande: polos de São João

 

  1. Festa de São João no Parque do Povo

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Pirâmide onde acontecem as quadrilhas juninas
Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Palco principal dentro do Parque do Povo

Campina Grande sedia uma das maiores e melhores festas de São João do mundo. Durante todo o mês de junho, shows de artistas consagrados e várias manifestações culturais atraem milhares de visitantes para a cidade.
A festa principal acontece no Parque do Povo, na região central.

O espaço é gigante e bem diversificado, com palcos principal e secundário, palhoças com trios de forró pé de serra, a “pirâmide” onde acontecem as quadrilhas, praça de alimentação, barraquinhas, barzinhos e vários outros.

A movimentação começa por volta das 18h e vai até às 2h. A festa é gratuita, mas há camarotes pagos.

 

  1. Vila São João (antigo Sítio São João)

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba

Procuradíssimo durante o dia, principalmente por famílias com crianças, a atração reproduz um vilarejo rural antigo com engenho, casa de farinha, roçado de milho, bodega, quermesse, parquinho e outros. Ainda tem atrações musicais e pratos típicos.

O novo espaço fica perto do Ginásio O Meninão, a cerca de 4 km do Parque do Povo, e conta com estacionamento.

  • Avenida Floriano Peixoto, bairro Dinamérica
  • Funcionamento: 10h às 22h
  • Entrada: R$20,00 ou R$40,00 a inteira, dependendo do dia (jun/2018)

 

  1. Vila do Artesão

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba

O espaço com entrada gratuita fica próximo ao Parque do Povo (cerca de 1 km) e tem várias barraquinhas de artesão locais que apresentam e comercializam produtos feitos com couro, linha, madeira, renda, algodão colorido e outros materiais. E claro, também tem comidas típicas, quadrilhas e trios de forró diariamente.

  • Avenida Almeida Barreto, s/n – São José, Campina Grande
  • Funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 18h; e diariamente, das 9h às 19h durante o São João.

 

  1. Dica extra: Memorial do Maior São João do Mundo

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Memorial do Maior São João Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Memorial do Maior São João

O pequeno museu com entrada gratuita fica próximo ao Parque do Povo e tem um acervo com cartazes, documentos, fotografias e várias peças que contam a história da Festa de São João de Campina Grande desde o começo.

O cenário com roupas e adereços típicos disponíveis para fotos fazem sucesso. E a simpatia de Dona Cléa Cordeiro, idealizadora do espaço, e sua disposição em explicar os detalhes da festa encantam ainda mais.

  • Rua Tiradentes, 165 – Centro, Campina Grande
  • Funcionamento: segunda até sexta, das 16h às 22h

 

O que fazer em Campina Grande: atrações no Açude Velho

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Monumentos no Açude Velho
Monumento os Pioneiros da Borborema – Monumento Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro

O Açude Velho já foi fonte de abastecimento de água para Campina Grande e hoje é patrimônio histórico e um ponto de referência da cidade. Vale a pena caminhar por ali, já que no seu entorno estão diversas atrações, restaurantes famosos, hotéis, quiosques e etc.

São 3 monumentos no entorno: Monumento Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro, Monumento em homenagem ao sesquicentenário de Campina Grande, e Monumento os Pioneiros da Borborema, esse último, rodeado de quiosques e com ótimo ângulo para apreciar o Açude Velho.

Também há dois museus, o Museu de Arte Popular da Paraíba e o Museu Digital de Campina Grande (veja abaixo).

O Parque da Criança – uma área verde com espaços para caminhada, skate, quadras, parquinho, entre outros – fica ao lado; e o Museu do Algodão, que funciona na antiga estação ferroviária, fica bem próximo.

 

  1. Museu da Arte Popular da Paraíba (MAPP)

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Museu de Arte Popular da Paraíba
O Museu de Arte Popular da Paraíba fica às margens do Açude Velho
Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Museu de Arte Popular da Paraíba
São 3 salas: artesanato, música e cordel

A genialidade criativa de Oscar Niemeyer, que projetou três salas em formato circular, fez ele ficar conhecido popularmente como Museu dos Três Pandeiros. Cada sala valoriza a cultura paraibana e nordestina e é dedicada a um tema: artesanato, música e cordel.

As exposições homenageiam diferentes artistas em cada temporada, permitindo uma nova experiência a cada visita. É gratuito e imperdível.

  • Funcionamento: terça a sexta, das 10h às 20h; sábados e domingos, das 15h às 20h; e diariamente, das 9h às 21h durante o São João.

 

  1. Museu Digital de Campina Grande

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Museu Digital
Monumento ao sesquicentenário e Museu Digital

Todo interativo, o mais novo museu da cidade, junto ao Monumento ao sesquicentenário, conta a história de Campina Grande através de vários recursos tecnológicos: sala com tela de projeção de nove metros, Mapa Digital, Vídeowall, Karaokê, Espaço Selfie, Realidade Virtual, Jogos Interativos, entre outros.

  • Funcionamento: terça a sexta, das 09h às 18h; sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h
  • Entrada: R$10,00 (jun/2018) – pessoas abaixo de 7 anos e acima de 65 anos não pagam

 

  1. Museu do Algodão

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Estação Velha
Estação Velha, onde fica o Museu do Algodão
Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba: Museu do Algodão
O Museu do Algodão tem entrada gratuita

O Museu de História e Tecnologia do Algodão funciona na antiga estação ferroviária e conserva um acervo que conta a história do Ciclo do Algodão na Paraíba, quando Campina Grande era a 2º maior exportadora de algodão do mundo.

Destacam-se o maquinário e os utensílios usados no processo de produção e fabricação do algodão. Também há fotografias, antigas balanças, documentos, e claro, peças feitas de algodão. Tem guias disponíveis lá, e foi impressionante ouvir a história de como conseguiram colorir o algodão a partir do seu broto, hoje conhecido como Algodão Colorido, um dos patrimônios culturais da Paraíba. Entrada gratuita.

  • Rua Benjamim Constant, s/n (Estação Velha)
  • Funcionamento: terça a sábado, das 8h às 17h

 

O que fazer em Campina Grande: atrações no Centro Histórico

 

Essa parte da cidade é cheia de prédios antigos intercalados com construções mais modernas, onde funciona boa parte do comércio da cidade. As principais atrações são a Catedral de Campina Grande, a Feira Central, além de dois museus gratuitos: a Museu de Arte Assis Chateaubriand e o Museu Histórico de Campina Grande (veja abaixo).

 

  1. Museu de Arte Assis Chateaubriand – MAAC

 

O que fazer em Campina Grande: Museu de Arte Assis Chateaubriand
Não é permitido fotografar no interior

Nas salas de exposições temporárias e permanente do museu podemos conferir parte do acervo que tem mais de 400 obras de arte, incluindo desenhos, pinturas, esculturas, gravuras, colagens, entre outros.

São diversas obras consagradas de artistas como Pedro Américo, Cândido Portinari, Anita Malfatti, Ismael Nery e Antônio Dias, mas também achamos super legal a exposição de quadros de artistas autodidatas da Paraíba e do Nordeste. Entrada gratuita.

  • Av. Marechal Floriano Peixoto, 718 – Centro, Campina Grande
  • Funcionamento: terça a sexta, das 14h às 17h; sábados, das 9h às 12h

 

  1. Museu Histórico e Geográfico de Campina Grande

 

O que fazer em Campina Grande: Museu Histórico de Campina Grande
Fachada conservada do Museu Histórico de Campina Grande
O que fazer em Campina Grande: Museu Histórico de Campina Grande
São dois andares destinados ao acervo

Em um antigo prédio de 1814 que já funcionou como a primeira cadeia da cidade e como Estação Telegráfica, o museu conserva um acervo histórico desde os tempos de cultivo do algodão na região, entre eles, máquinas, objetos, móveis, ferramentas, fotos, adereços, jornais e outros. Entrada gratuita.

  • Av. Mal. Floriano Peixoto, 825 – Centro
  • Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 17h; sábados, das 8h às 16h; domingos, das 8h às 12h

 

  1. Feira Central de Campina Grande

 

Flores, frutas, roupas, artesanato popular, carne de sol, farinhas, goma de tapioca… tem de tudo que uma feira livre que se preze tem, e seus primeiros registros são do século XVIII. Foi reconhecida recentemente como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Iphan.

  • Rua Pedro Álvares Cabral, 129 – Centro, Campina Grande




Dica:

O Salão do Artesanato já acontece há 28 edições durante o São João e é um lugar legal para compras. São mais de 300 estandes apresentando a cultura e o artesanato paraibano em diversos materiais como algodão, madeira, renda, e muitos outros.

  • Avenida Severino Bezerra Cabral – bairro do Catolé
  • Funcionamento: diariamente, das 14h às 21h
O que fazer em Campina Grande: Salão do Artesanato
Peças em algodão

 

O que comer e onde comer em Campina Grande:

 

Algumas comidas típicas que provamos foram:

Carne de sol assada, geralmente acompanhados por macaxeira, manteiga-de-garrafa (que é como um molho e está em TODAS as mesas de restaurantes, assim como o azeite está aqui nas mesas da região sudeste, rs), pirão de leite, vinagrete, feijão-verde, que parece (ou é) o que conhecemos como feijão fradinho, farofa-d’-água e rubacão, que é o baião de dois de lá, mas um pouquinho diferente da receita mineira que conhecemos.

Carne de bode é a marca da culinária sertaneja. Nós adoramos o bode assado e o guisado de bode, mas também tem a Buchada de Bode, prato mais tradicional.

Queijo coalho tem aos montes e a gente adora, vale a pena porque é mais barato e bem servido.

Escondidinho de carne de sol na nata dispensa comentários, de tão bom, apenas prove.

Arrumadinho, um prato tradicional com charque, feijão verde, cebola, tomate e pimentão picados.

– Bolo de milho, pamonha, cuscuz e tapioca também tem em tudo que é lugar por lá.

 

Lugares que experimentamos e adoramos:

Bar do Cuscuz, o mais famoso da cidade, que de fato tem um cardápio delicioso. A gente recomenda a carne de sol na nata. O espaço na beira do Açude Velho é amplo e tem trios de forró e atrações maiores durante o São João.

Bodódromo, especializado em várias receitas com carne de bode. A buchada e o picado de bode são os mais famosos, mas recomendamos o bode assado acompanhado de macaxeira, queijo coalho, farofa, vinagrete, purê de batata e rubacão (baião de dois). Fica próximo ao Açude Velho e também tem shows de trios de forró.

Restaurante João de Barro, perto do Memorial do Maior São João do Mundo, oferece comida caseira self-service em panelas de pedra e é ambientado em estilo sertanejo, com paredes de taipa.

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Restaurante João de Barro – Bar do Cuscuz – Escondidinho de carne de sol na nata – Bode assado do Bodódromo

 

Dicas do que visitar em Campina Grande, na Paraíba
Data da viagem: junho de 2018

por Camila Coubelle

Organize sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
PASSAGEM AÉREA em oferta com até 25% OFF em até 6X sem juros no Passagens Promo
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3



As dicas do vida sem paredes te ajudaram?

Pra não perder nenhuma informação ou roteiro, fale com a gente no FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST ou YOUTUBE

Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa. Aqui você encontra muitas dicas, roteiros, guias de destinos incríveis pelo mundo. A gente divide nossas experiências para inspirar as suas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.