Vale a pena viajar de ônibus na Bolívia?

Viajar de ônibus na Bolívia é uma opção barata, nem sempre confortável (se você não ficar de olho) e que requer alguns cuidados para evitar perrengues. Na nossa opinião, valeu a pena, mas levou duas viagens até aprendermos como conseguir as melhores experiências mesmo pagando menos. Listamos algumas informações para ajudar no planejamento do seu mochilão. Confira!

Ah, veja também informações para quem pretende ir do Brasil para Bolívia ou Peru de ônibus.

Vida sem Paredes - viagem de ônibus na Bolívia (1)

 

Dicas para quem vai viajar de ônibus na Bolívia:

 

1) Não espere pagar a passagem com cartão de crédito. Em nenhuma cidade da Bolívia em que passamos, nem mesmo Santa Cruz de La Sierra e La Paz aceitavam cartão. É claro que não era mesmo plano pagar com cartão, mas digo para o caso de alguma emergência. Em nenhuma rodoviária há sequer computadores para vender as passagens.

2) Uma dica importantíssima: quando for comprar as passagens, peça assentos no meio ou na frente. Em nosso primeiro trajeto, Santa Cruz X Sucre, compramos as passagens e não conferimos os assentos: eram os últimos. Os bancos não reclinavam e a viagem de 15 horas foi sofrida. No segundo trajeto, Sucre X Potosi, estávamos nós lá de novo no último assento, mesmo com algumas poltronas vazias no meio do ônibus. Dessa vez a viagem era curta, mas percebemos que eles nos colocavam nos últimos lugares porque não sabíamos que eram ruins. A partir daí, a gente exigia passagens do meio para a frente.

3) Leve sempre lanche nas viagens. Nas viagens longas, os ônibus param em alguns lugares, mas nem sempre tem variedade e costuma ser caro. Em uma viagem, compramos um biscoito baratinho, mas quebrado, e nem um pouco gostoso. E depois de empurrar alguns, vimos que estava fora da validade há uns 6 meses.

4) Pechinche. Em todo o nosso mochilão, só não conseguimos desconto na passagem de Copacabana para Cusco. Em todas as outras conseguimos, principalmente, perguntando por quanto fariam para duas pessoas. É uma das vantagens de viajar com alguém.

5) Fique de olhos nas suas coisas durante as paradas. Não tivemos problema nenhum quanto a isso, mas quando estava pesquisando sobre o mochilão, vi vários alertas desse tipo.

6) Leve sempre um casaco ou cobertor. Os locais são frios e as temperaturas caem mais ainda durante a madrugada.

7) Em todas as viagens longas, há as opções leito e semi-leito, com diferenças variadas de valor. Usamos apenas a opção mais barata, semi-leito, pois consideramos suficiente e conseguimos dormir muito bem durante todos os trajetos.

8) Lemos em alguns sites que os ônibus não eram bons, e por isso, sempre pedimos para ver o ônibus antes.  Sempre “íamos com a cara” deles. Não tivemos nenhum problema tipo defeito que exigisse parada e conserto, estavam limpos, os vidros abriam, enfim, deu tudo certo.

9) Não se assuste se os vendedores te abordarem ainda na entrada do terminal de ônibus oferecendo as passagens. É normal e todas as empresas fazem isso, portanto, pode confiar, mas claro, tomando os cuidados que citamos nos tópicos anteriores.

10) Por fim, uma última consideração. Sempre que a gente chegava em alguma cidade, já olhávamos os preços e horários para a cidade seguinte. Na ida, calculávamos o valor do táxi até a praça principal (onde nos hospedávamos) e o tempo que levava, para calcular o horário que deveríamos ir para o terminal ao deixar a cidade. Sempre chegávamos meia hora antes, e sempre encontramos passagens. Mas ATENÇÃO: nosso mochilão foi em Abril, não é alta temporada. Nos meses de Junho a Setembro, durante a alta temporada, talvez seja melhor comprar quando chegar, ou pelos menos perguntar no guichê se costuma ter passagens até meia hora antes da partida.

 

Dilema sobre viajar de ônibus na Bolívia:

 

1) Viajar de dia ou de noite?

Algumas paisagens aos pés da Cordilheira dos Andes, por montanhas verdes e pastos repletos de lhamas são simplesmente incríveis. Muitos preferem ir de dia para apreciar e fotografar paisagens únicas. Mas para quem tem pouco tempo – e tem facilidade para dormir em viagens – vale a pena ir durante a noite. Em todas as cidades que passamos, principalmente nas viagens longas, haviam horários à noite, justamente com o intuito de chegar na cidade seguinte pela manhã bem cedinho. Eu acho que é uma economia de tempo enorme, e de quebra, ainda se economiza uma diária.

 

Vida sem Paredes - viagem de ônibus na Bolívia (4)

 

No mochilão, viajamos pelos seguintes trechos:

Santa Cruz de La Sierra – Sucre – Potosí – Uyuni – La Paz – Copacabana – Cusco (Peru) – Puerto Maldonado – InãpariAssis Brasil (Brasil) – Brasiléia – Rio Branco – Porto Velho

 

No mais, ainda há a possibilidade de alugar um carro ou intercalar com alguns trechos com aéreo, que não é caro. Mas se sua opção for ônibus, esperamos que nossas experiências te ajudem a planejar seu mochilão pela Bolívia e Peru.

> Se precisar alugar um carro, escolha o ponto de partida e compare os preços de todas as locadoras através desse link.





 

De São Paulo para Bolívia ou Peru de ônibus:

 

Nós fomos do Brasil para Santa Cruz de la Sierra de avião para fazer uma viagem mais rápida e ter mais tempo lá. Entretanto, caso você prefira ir de ônibus, saiba que há linhas saindo diariamente de São Paulo para o Terminal de Santa Cruz de la Sierra. As informações abaixo nos foram repassadas através dos respectivos telefones, que só nos atenderam depois de muitas tentativas.

A viação La Preferida Bus tem ônibus que saem todos os dias às 15h do Terminal da Barra Funda. A viagem dura 36 horas e a passagem custa R$ 350,00 (julho de 2017). As mesmas podem ser adquiridas pessoalmente no guichê no Terminal. Telefone: (11) 3392-3527.

De São Paulo para o Peru, a viação Ormeño oferece um horário por semana, nas quartas às 20h. A viagem para Cusco dura 3 dias e 8 horas e a passagem custa R$ 630,00 (julho de 2017). Já para Lima a viagem dura 4 dias e 10 horas e a passagem custa R$ 780,00. Os bilhetes podem ser adquiridos pessoalmente no guichê da Grupo Expresso Ormeño no Terminal Rodoviário do Tietê. Telefone: (11) 2089-1196

 

Outras dicas:

 
> Confira aqui onde se hospedar em na Bolívia ou no Peru. (Ao reservar usando os nossos links você garante os melhores serviços e preços e ainda nos ajuda a continuar compartilhando dicas de viagem, sem pagar a mais por isso. Obrigada!)

> Precisa contratar um seguro viagem? Faça uma cotação através desse link, use nosso cupom de desconto exclusivo e ganhe 5% de desconto no seu seguro viagem. Cupom: VIDASEMPAREDES5

Confira também o post sobre valores, empresas e duração de cada viagem: Viajar de ônibus na Bolívia: preços e duração


Mochilão Bolívia-Peru

Quando: abril de 2016

Por Camila Coubelle

As dicas te ajudaram?

 Pra não perder nenhuma informação ou roteiro, fale com a gente no FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST ou YOUTUBE

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

8 Comments

  1. Pingback:Viajar de ônibus na Bolívia: preços e duração | Vida sem Paredes

  2. Pingback:20 curiosidades sobre a Bolívia | Vida sem Paredes

  3. Olá rapaziada!
    Estou me programando para ir até a Bolivia em Out ou Nov, e vou começar indo para Santa Cruz, mochilão, de busão!
    Depois vou para La paz, e estou indo lobo solitário, quem estiver pensando em ir nessas datas, vamos nos comunicar!!
    Estou aqui com o mesmo intuito de todos, esclarecer inf sobre está viagem e me ajudou muito! Gracías

  4. Olá meninas, só passei aqui pra dizer que adoooro o blog. Gostaria muito de fazer essa viagem um dia (suspiros)
    Fiquem com Deus e sucesso pra vcs. Bjinhos…

    • Oi Paulinha! Nossa, que gostoso ouvir isso! Agradecemos demais o carinho! E torcemos para que a sua viagem aconteça logo! beijão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *