5 programas legais e gratuitos em Juiz de Fora

 
Encontrar programas legais e gratuitos em uma cidade como Juiz de Fora, que não é reconhecida por um grande potencial turístico, pode parecer difícil para quem vem de fora. Mas se você reparar bem, Juiz de Fora tem, sim, opções interessantes e de graça para passar o dia com a família ou os amigos.
Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, é conhecida por jotaéfi pelo seu poder na indústria, serviços e educação e, por isso, marcada pelo turismo de negócios. Mas a verdade é que a cidade respira cultura e pode ser um ótimo lugar para fazer passeios ao ar livre. A “Manchester Mineira”, ou “Princesinha de Minas”, como é chamada, tem em suas raízes importantes nomes na arte, na música, no teatro e na política. E esses nomes deixaram grandes obras que viraram patrimônio na cidade.
Para mostrar que por aqui existe muito mais que só indústria e faculdades, colocamos a mochila nas costas e fomos fazer alguns programas gratuitos em Juiz de Fora. Vem com a gente?!

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-8

Morro do Imperador

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-13

Parque Mariano Procópio

5 programas legais e gratuitos em Juiz de Fora:

#1 Campus da UFJF
Quem pensa que para frequentar o Campus da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) precisa ser aluno da instituição, está redondamente enganado. Claro, para assistir às aulas e ter acesso aos prédios das faculdades, sim, é preciso ser estudante, mas pra quem quer se divertir e praticar exercícios basta chegar e aproveitar.
A área de lazer da UFJF tem mais de 2.200 metros de extensão e conta com ciclovia, pista de skate, academia ao ar livre, parque infantil, espaço para corrida e caminhada e ainda uma imensa praça (Praça Cívica), onde as crianças podem andar de bike, skate, patins, jogar bola ou passear com os cachorros, e professores de educação física podem dar aulas de treinamentos funcionais. Além disso, é na Praça Cívica que fica a Concha Acústica, um grande palco fixo para shows e apresentações diversas. Tudo isso de graça e com uma imensa área verde que convida para um aconchegante piquenique sob as árvores. Amantes do slackline também usam esse espaço para manter o equilíbrio em dia.
O Campus oferece estacionamento, bebedouros e banheiros gratuitos. Quem quiser almoçar por lá, vai encontrar um ótimo restaurante no centro de vivência. Para chegar, há dois acessos para quem vai de carro: o Portão Sul, através da Avenida Presidente Itamar Franco a partir do centro da cidade, e o Portão Norte, no bairro São Pedro.
Há também várias linhas de ônibus que passam no campus saindo da Avenida Getúlio Vargas (em frente ao Centro Cultural Bernardo Mascarenhas) e ao longo da Av. Presidente Itamar Franco (525, 545, 544, 548, 549, 560, 599).

  • Endereço: Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – Bairro São Pedro
    Funcionamento: sempre aberto
    Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-1

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-2

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-3

#2 Morro do Cristo
Outro passeio ao ar livre de encher os olhos é subir até o Morro do Imperador, mais conhecido como Morro do Cristo.
É, dizem por aí que juiz-forano é “carioca do brejo”, numa alusão à proximidade da cidade com o Rio de Janeiro. E para fazer jus ao apelido, não poderia faltar por aqui uma imagem do Cristo Redentor, grandona, observando a cidade. A estátua foi construída em 1906, exatamente em homenagem ao Cristo Redentor do Rio. Ela está situada a 930 metros de altitude. O lugar é um dos pontos mais altos da cidade e tem um mirante com uma das mais belas vistas panorâmicas de Juiz de Fora.
Esse mirante, que ganhou o nome de Salles de Oliveira, foi construído no fim da década de 60 e inaugurado em 31 de março de 1970, pelo então prefeito de Juiz de Fora, Itamar Franco.
Além da vista MA-RA-VI-LHO-SA, quem visita o Morro do Cristo ainda pode tomar uma água de coco ou um refri na lanchonete e deixar as crianças brincando em um parquinho logo em frente. O espaço ainda tem uma loja de artesanato, estacionamento e banheiros gratuitos.
Há uma trilha leve para lá que sai da Rua Dr. Constantino Paleta (próximo à Av. Olegário Maciel). Geralmente, gastamos cerca de 30 minutos e fomos por ela quatro vezes nos últimos dois anos  (não tivemos nenhum problema com segurança). Para chegar de carro, o melhor meio é a Avenida dos Andradas, próxima ao centro da cidade e há placas indicando o caminho. De ônibus, a Linha é 505 (Morro do Imperador), com carros adaptados saindo nos seguintes horários a partindo do Centro de Juiz de Fora, entre Avenida Getúlio Vargas e rua Barão de São João Nepomuceno:
Sentido Centro-Cristo: 9h – 10h05 – 11h10 – 12h15 – 13h20 – 14h25 – 15h30 – 16h35
Sentido Cristo-Centro: 9h40 – 10h45 – 11h50 – 12h55 – 14h – 15h05 – 16h10 – 17h15

  • Endereço: Estrada Engenheiro Gentil Forn – Bairro São Pedro
    Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-4

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-6

#3 Parque Mariano Procópio
Seja pra levar a família para um passeio muito bonito, um piquenique ou simplesmente uma caminhada, o Parque do Museu Mariano Procópio é uma ótima pedida. O parque é a porta de entrada para o Museu, construído em 1861, pelo empreendedor Mariano Procópio Ferreira Lage.
Cravado em um dos pontos mais urbanos de Juiz de Fora, o local é um pontinho de paz em meio ao caos da cidade. Um lugar onde é possível levar a criançada e relaxar com o canto dos passarinhos e o nado tranquilo dos patos ao redor do lago.
Já o prédio do museu, imponente no meio da vegetação, está em reforma há mais de 10 anos e sem previsão de reabertura.
Existem alguns passeios, brincadeiras e oficinas para as crianças no parque do museu, principalmente nos períodos de férias.
Para chegar de carro, há acesso pela Avenida Francisco Bernardino e Avenida dos Andradas. Não há estacionamento no parque, mas é possível estacionar nas ruas do entorno. Várias linhas de ônibus passam na rua do museu (111 – 112 – 601 – 603 – 604 – 605 – 607 – 608 – 609 – 610 – 615 – e muitas outras).

  • Endereço: Rua Mariano Procópio, 1.100 – Bairro Mariano Procópio
    Funcionamento: de terça a domingo, de 8h às 18h
    Informações: (32) 3690-2200 | 3690-2211
    Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-9

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-10

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-11

#4 Centro Cultural Bernardo Mascarenhas – CCBM
Lembra quando falei que Juiz de Fora respira cultura? Pois é no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas, o famoso CCBM, que novos e grandes artistas encontram um espaço para divulgar sua arte.
O centro cultural, que fica no centro da cidade, expõe trabalhos de vários gêneros, como quadros, esculturas, performances e ainda é palco de inúmeras apresentações teatrais, algumas pagas, outras gratuitas, durante todo o ano.
O CCBM ainda é ponto de encontro de artistas locais e nacionais em um dos principais festivais da cidade: o Corredor Cultural. O projeto é parecido com as viradas culturais de São Paulo e Rio de Janeiro, geralmente com 40 horas de cultura e manifestações artísticas espalhadas pela cidade. Como o CCBM está localizado em uma das principais praças de JF, a Praça Antônio Carlos, as principais apresentações acontecem por ali.
Ah, e o prédio da antiga Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas, restaurado em 1985, abriga também o Mercado Municipal, onde é possível encontrar de tudo um pouco: frutas, verduras, legumes, temperos, comida natural, artesanato, queijos, cachaças e tudo mais que se possa imaginar.

  • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 200 – Centro
    Funcionamento: de segunda a sexta, de 09h às 21h; sábados, domingos e feriados, de 10h às 16h
    Informações: (32) 3690-7052

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-15

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-16

#5 Parque Municipal da Lajinha
Para quem pretende passar um dia tranquilo, cercado de natureza, ou simplesmente levar os filhos para brincar em um ambiente super agradável, o Parque da Lajinha é um ponto bastante disputado.
O parque tem espaço para caminhada, piquenique, um coreto para a realização de festas e encontros, academia ao ar livre, parquinho, campo de futebol, viveiro de plantas e muito espaço para a prática de exercícios de relaxamento, como a ioga. Além disso, possui um enorme lago, ótimo para relaxar em meio ao cenário lindo cheio de araucárias, tambus, garapas, angicos, eucaliptos e o canto dos pássaros ao redor.
Mas, para aproveitar tudo que o parque tem a oferecer é preciso seguir algumas regras, por exemplo: é proibida a entrada com bicicletas, equipamentos de som e bebidas alcoólicas. Além disso, crianças menores de 14 anos só podem visitar o parque acompanhadas pelos pais.
O Parque da Lajinha tem estacionamento próprio e fica na saída de Juiz de Fora – sentido Rio de Janeiro a partir do centro, seguindo pela Avenida Itamar Franco (há placas indicando). Algumas linhas de ônibus que levam até o parque a partir do centro são: 521, 522, 518, 519.

  • Endereço: Avenida Paulo Japiassú Coelho – Bairro Teixeiras
    Funcionamento: todos os dias, de 8h às 17h
    Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-17

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-14

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-12

Mais atrações gratuitas em Juiz de Fora:

Museus
Além do Mariano Procópio, Juiz de Fora ainda tem uma grande acervo de museus, alguns desconhecidos inclusive pelos juiz-foranos, e todos gratuitos. Sabe quem falou muito bem deles? O pessoal do blog Viajei Bonito. Vale a pena conferir o post aqui.

Distâncias até Juiz de Fora:
283 km de Belo Horizonte – MG: BR-040
184 km do Rio de Janeiro – RJ: BR-040
477 km de São Paulo – SP: BR-116 até RJ

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-7

Mirante do Morro do Imperador

 

E aí, está vendo Juiz de Fora com outros olhos agora? Então comente aí, convide os amigos para esses passeios legais e depois conte para gente.

Juiz de Fora – MG: cerca de 600 mil habitantes
Por Nange Sá

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Pingback:6 motivos para ir ao Festival JF Sabor em Juiz de Fora

  2. Amei a página de vcs..Não sou Boa para escrever. Mas gostaria de fazer uma sugestão a vcs .minha cidade de Mar de Espanha é um lugar lindo de conhecer além de inúmeras cachoeiras tem uma das Praças mais bonita que já vi. Tem tbem perto a cidade de Estêvão Pinto onde parece um lugar fantasma com corredeiras de água e enormes teias de aranha na antiga estação de trem .além de Pontes antigas de ferro. Vale a pena conhecer …..um beijo estou seguindo vcs.

    • Oi Mônica! Eu conheço Mar de Espanha e realmente é uma cidade linda! Vamos marcar muito em breve de ir aí! Se você tiver um contato, envie para vidasemparedes@gmail.com e quem sabe a gente encontra você para saber sobre algumas dicas da cidade? Obrigada pelo carinho.
      Um abraço, Camila!

  3. Pingback:Lugares para tomar um bom café em Juiz de Fora | vida sem paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *