5 programas legais e gratuitos em Juiz de Fora

 

Encontrar programas legais e gratuitos em uma cidade como Juiz de Fora, que não é reconhecida por um grande potencial turístico, pode parecer difícil para quem vem de fora. Mas se você reparar bem, Juiz de Fora tem, sim, opções interessantes e de graça para passar o dia com a família ou os amigos.
Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, é conhecida por jotaéfi pelo seu poder na indústria, serviços e educação e, por isso, marcada pelo turismo de negócios. Mas a verdade é que a cidade respira cultura e pode ser um ótimo lugar para fazer passeios ao ar livre. A “Manchester Mineira”, ou “Princesinha de Minas”, como é chamada, tem em suas raízes importantes nomes na arte, na música, no teatro e na política. E esses nomes deixaram grandes obras que viraram patrimônio na cidade.
Para mostrar que por aqui existe muito mais que só indústria e faculdades, colocamos a mochila nas costas e fomos fazer alguns programas gratuitos em Juiz de Fora. Vem com a gente?!

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-8

Morro do Imperador

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-13

Parque Mariano Procópio

 

5 programas legais e gratuitos em Juiz de Fora:

 

1. Campus da UFJF

 

Quem pensa que para frequentar o Campus da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) precisa ser aluno da instituição, está redondamente enganado. Claro, para assistir às aulas e ter acesso aos prédios das faculdades, sim, é preciso ser estudante, mas pra quem quer se divertir e praticar exercícios basta chegar e aproveitar.
A área de lazer da UFJF tem mais de 2.200 metros de extensão e conta com ciclovia, pista de skate, academia ao ar livre, parque infantil, espaço para corrida e caminhada e ainda uma imensa praça (Praça Cívica), onde as crianças podem andar de bike, skate, patins, jogar bola ou passear com os cachorros, e professores de educação física podem dar aulas de treinamentos funcionais. Além disso, é na Praça Cívica que fica a Concha Acústica, um grande palco fixo para shows e apresentações diversas. Tudo isso de graça e com uma imensa área verde que convida para um aconchegante piquenique sob as árvores. Amantes do slackline também usam esse espaço para manter o equilíbrio em dia.
O Campus oferece estacionamento, bebedouros e banheiros gratuitos. Quem quiser almoçar por lá, vai encontrar um ótimo restaurante no centro de vivência. Para chegar, há dois acessos para quem vai de carro: o Portão Sul, através da Avenida Presidente Itamar Franco a partir do centro da cidade, e o Portão Norte, no bairro São Pedro.
Há também várias linhas de ônibus que passam no campus saindo da Avenida Getúlio Vargas (em frente ao Centro Cultural Bernardo Mascarenhas) e ao longo da Av. Presidente Itamar Franco (525, 545, 544, 548, 549, 560, 599).

  • Endereço: Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário – Bairro São Pedro
  • Funcionamento: sempre aberto | Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-1

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-2

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-3

 

2. Morro do Cristo

 

Outro passeio ao ar livre de encher os olhos é subir até o Morro do Imperador, mais conhecido como Morro do Cristo.
É, dizem por aí que juiz-forano é “carioca do brejo”, numa alusão à proximidade da cidade com o Rio de Janeiro. E para fazer jus ao apelido, não poderia faltar por aqui uma imagem do Cristo Redentor, grandona, observando a cidade. A estátua foi construída em 1906, exatamente em homenagem ao Cristo Redentor do Rio. Ela está situada a 930 metros de altitude. O lugar é um dos pontos mais altos da cidade e tem um mirante com uma das mais belas vistas panorâmicas de Juiz de Fora.
Esse mirante, que ganhou o nome de Salles de Oliveira, foi construído no fim da década de 60 e inaugurado em 31 de março de 1970, pelo então prefeito de Juiz de Fora, Itamar Franco.
Além da vista MA-RA-VI-LHO-SA, quem visita o Morro do Cristo ainda pode tomar uma água de coco ou um refri na lanchonete e deixar as crianças brincando em um parquinho logo em frente. O espaço ainda tem uma loja de artesanato, estacionamento e banheiros gratuitos.
Há uma trilha leve para lá que sai da Rua Dr. Constantino Paleta (próximo à Av. Olegário Maciel). Geralmente, gastamos cerca de 30 minutos e fomos por ela quatro vezes nos últimos dois anos  (não tivemos nenhum problema com segurança). Para chegar de carro, o melhor meio é a Avenida dos Andradas, próxima ao centro da cidade e há placas indicando o caminho. De ônibus, a Linha é 505 (Morro do Imperador), com carros adaptados saindo nos seguintes horários a partindo do Centro de Juiz de Fora, entre Avenida Getúlio Vargas e rua Barão de São João Nepomuceno:
Sentido Centro-Cristo: 9h – 10h05 – 11h10 – 12h15 – 13h20 – 14h25 – 15h30 – 16h35
Sentido Cristo-Centro: 9h40 – 10h45 – 11h50 – 12h55 – 14h – 15h05 – 16h10 – 17h15

  • Endereço: Estrada Engenheiro Gentil Forn – Bairro São Pedro
  • Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-4

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-6

Mirante do Morro do Cristo

 

3. Parque Mariano Procópio

 

Seja pra levar a família para um passeio muito bonito, um piquenique ou simplesmente uma caminhada, o Parque do Museu Mariano Procópio é uma ótima pedida. O parque é a porta de entrada para o Museu, construído em 1861, pelo empreendedor Mariano Procópio Ferreira Lage.
Cravado em um dos pontos mais urbanos de Juiz de Fora, o local é um pontinho de paz em meio ao caos da cidade. Um lugar onde é possível levar a criançada e relaxar com o canto dos passarinhos e o nado tranquilo dos patos ao redor do lago.
Já o prédio do museu, imponente no meio da vegetação, está em reforma há mais de 10 anos e sem previsão de reabertura.
Existem alguns passeios, brincadeiras e oficinas para as crianças no parque do museu, principalmente nos períodos de férias.
Para chegar de carro, há acesso pela Avenida Francisco Bernardino e Avenida dos Andradas. Não há estacionamento no parque, mas é possível estacionar nas ruas do entorno. Várias linhas de ônibus passam na rua do museu (111 – 112 – 601 – 603 – 604 – 605 – 607 – 608 – 609 – 610 – 615 – e muitas outras).

  • Endereço: Rua Mariano Procópio, 1.100 – Bairro Mariano Procópio
  • Funcionamento: de terça a domingo, de 8h às 18h
  • Informações: (32) 3690-2200 e 3690-2211 | Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-9

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-10

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-11

 

4. Centro Cultural Bernardo Mascarenhas – CCBM

 

Lembra quando falei que Juiz de Fora respira cultura? Pois é no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas, o famoso CCBM, que novos e grandes artistas encontram um espaço para divulgar sua arte.
O centro cultural, que fica no centro da cidade, expõe trabalhos de vários gêneros, como quadros, esculturas, performances e ainda é palco de inúmeras apresentações teatrais, algumas pagas, outras gratuitas, durante todo o ano.
O CCBM ainda é ponto de encontro de artistas locais e nacionais em um dos principais festivais da cidade: o Corredor Cultural. O projeto é parecido com as viradas culturais de São Paulo e Rio de Janeiro, geralmente com 40 horas de cultura e manifestações artísticas espalhadas pela cidade. Como o CCBM está localizado em uma das principais praças de JF, a Praça Antônio Carlos, as principais apresentações acontecem por ali.
Ah, e o prédio da antiga Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas, restaurado em 1985, abriga também o Mercado Municipal, onde é possível encontrar de tudo um pouco: frutas, verduras, legumes, temperos, comida natural, artesanato, queijos, cachaças e tudo mais que se possa imaginar.

  • Endereço: Av. Getúlio Vargas, 200 – Centro
  • Funcionamento: de segunda a sexta, de 09h às 21h; sábados, domingos e feriados, de 10h às 16h
  • Informações: (32) 3690-7052 | Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-15

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-16

 

5. Parque Municipal da Lajinha

 

Para quem pretende passar um dia tranquilo, cercado de natureza, ou simplesmente levar os filhos para brincar em um ambiente super agradável, o Parque da Lajinha é um ponto bastante disputado.
O parque tem espaço para caminhada, piquenique, um coreto para a realização de festas e encontros, academia ao ar livre, parquinho, campo de futebol, viveiro de plantas e muito espaço para a prática de exercícios de relaxamento, como a ioga. Além disso, possui um enorme lago, ótimo para relaxar em meio ao cenário lindo cheio de araucárias, tambus, garapas, angicos, eucaliptos e o canto dos pássaros ao redor.
Mas, para aproveitar tudo que o parque tem a oferecer é preciso seguir algumas regras, por exemplo: é proibida a entrada com bicicletas, equipamentos de som e bebidas alcoólicas. Além disso, crianças menores de 14 anos só podem visitar o parque acompanhadas pelos pais.
O Parque da Lajinha tem estacionamento próprio e fica na saída de Juiz de Fora – sentido Rio de Janeiro a partir do centro, seguindo pela Avenida Itamar Franco (há placas indicando). Algumas linhas de ônibus que levam até o parque a partir do centro são: 521, 522, 518, 519.

  • Endereço: Avenida Paulo Japiassú Coelho – Bairro Teixeiras
  • Funcionamento: todos os dias, de 8h às 17 | Entrada gratuita

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-17

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-14

vida-sem-paredes-juiz-de-fora-12
 

Mais atrações gratuitas em Juiz de Fora:

 

Museus

Além do Mariano Procópio, Juiz de Fora ainda tem diversos outros museus, todos gratuitos e localizados no centro da cidade, com acervos de relevância nacional. Conheça:

Top 8 museus gratuitos em Juiz de Fora
 

Dicas para quem vai visitar Juiz de Fora:

 

1. Juiz de Fora está às margens da BR-040 e da BR-267 e tem diversas linhas de ônibus intermunicipais e interestaduais ligando o município à diversas localidades.

2. Quem chega a Juiz de Fora de avião desembarca no Aeroporto Regional da Zona da Mata, em Goianá – MG, e está a cerca de 40 quilômetros do centro da cidade. Existe uma linha de ônibus e táxis exclusivos dentro do aeroporto que fazem o traslado até Juiz de Fora. Mas se você prefere um carro para andar com mais autonomia pela cidade, pode comparar os preços de aluguel de automóveis em todas as locadoras da região nesse link.

3. Juiz de Fora tem uma ampla rede hoteleira, com muitas opções de hospedagem tanto no centro quanto nos bairros e até nas imediações da cidade. Acesse: Onde se hospedar em Juiz de Fora e encontre sua opção preferida.

4. Confira os Lugares para tomar um bom café em Juiz de Fora e aproveite.


Distâncias até Juiz de Fora – MG:
283 km de Belo Horizonte – MG: BR-040
184 km do Rio de Janeiro – RJ: BR-040
477 km de São Paulo – SP: BR-116 até RJ

 

Juiz de Fora – MG: cerca de 600 mil habitantes

Por Nange Sá

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Pingback:6 motivos para ir ao Festival JF Sabor em Juiz de Fora

  2. Amei a página de vcs..Não sou Boa para escrever. Mas gostaria de fazer uma sugestão a vcs .minha cidade de Mar de Espanha é um lugar lindo de conhecer além de inúmeras cachoeiras tem uma das Praças mais bonita que já vi. Tem tbem perto a cidade de Estêvão Pinto onde parece um lugar fantasma com corredeiras de água e enormes teias de aranha na antiga estação de trem .além de Pontes antigas de ferro. Vale a pena conhecer …..um beijo estou seguindo vcs.

    • Oi Mônica! Eu conheço Mar de Espanha e realmente é uma cidade linda! Vamos marcar muito em breve de ir aí! Se você tiver um contato, envie para vidasemparedes@gmail.com e quem sabe a gente encontra você para saber sobre algumas dicas da cidade? Obrigada pelo carinho.
      Um abraço, Camila!

  3. Pingback:Lugares para tomar um bom café em Juiz de Fora | vida sem paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *