O que fazer em Mambaí: cachoeiras e ecoturismo em Goiás

 

Que a natureza foi generosa com o cerrado a gente já sabia. Mas para Mambaí, ela sorriu ainda mais largo! A pequena cidade que tem cara de vila é cheia de cachoeiras e grutas incríveis. Arrisco dizer que algumas de suas atrações são únicas no mundo, como a Cachoeira do Funil.

Localizada no interior de Goiás, quase na divisa com a Bahia, a cerca de 300 quilômetros de Brasília, Mambaí está na Área de Proteção Ambiental Nascentes do Rio Vermelho. Seus cânions, rios, trilhas, cavernas, lagos, fauna e flora em geral ainda estão intocados e sua vocação é o ecoturismo e o turismo de aventura. Tem rapel, tirolesa, boia cross, pêndulo e passeios para quem quer aventura, ou só sombra e água fresca. E o melhor, ainda está fora da rota do turismo de massa.

Conheça os atrativos naturais de Mambaí, descubra como chegar, onde se hospedar e aproveite as dicas. Especialmente, veja como visitar as atrações, já que ficam em propriedade particular e é obrigatório contratar uma agência local.

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira do Funil

Cachoeira do Funil

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Paraíso do Cerrado

Cachoeira Paraíso do Cerrado

O que fazer em Mambaí: cachoeiras e ecoturismo em Goiás

 

Atrações em Mambaí, Goiás:

 

  1. Cachoeira do Funil

 

Essa é a maior obra de arte da natureza em Mambaí. Imagine: o rio passa por cima de uma caverna, despenca em uma queda de 50 metros, e continua por DENTRO da caverna. Daí o nome funil. A trilha é leve, com 800 metros, e temos a opção de atravessar ou não parte da caverna. Vale a pena atravessar para ter um ângulo especial da queda, por dentro. Para isso, leve lanterna e saiba que vai molhar o tênis ou bota.

Ali tem pêndulo, rapel e cascading (rapel em cachoeira) opcionais. Finalmente, um rio mais acima para nadar, já que a queda principal não tem poço para banho. É uma das atrações mais próximas de Mambaí, a 6 quilômetros. Fizemos o cascading e é bem melhor do que o rapel comum! Apenas vá!

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira do Funil

Atravessamos a caverna e o rio ao mesmo tempo!

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira do Funil

Depois de atravessa a caverna, nos deparamos com a queda por trás!

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira do Funil

Tem cascading (rapel na água) e pêndulo na Cachoeira do Funil

 

  1. Cachoeira Poço Azul

 

Não é só uma, mas TRÊS piscinas naturais de águas transparentes que estão ora azuis, ora esverdeadas. Quem adora a Cachoeira Santa Bárbara na Chapada dos Veadeiros, vai adorar essa também. A trilha tem nível médio e 3,5 quilômetros, passando pelos cânions do Rio Vermelho e cruzando o rio com água até a coxa.
O passeio demora pouco mais de um turno, para aproveitar bem os 3 poços. Depois de alcançar o primeiro, os outros dois são bem próximos.

A trilha não é exposta ao sol e eu recomendo que você vá com calça e blusa de manga se não quiser se arranhar na vegetação. Fique atendo também a uma planta diabólica que deixa a gente coçando (o guia te avisará dela). E nas cobras pelo caminho também. Vimos duas cascavéis acasalando bem no meio da trilha na ida e na volta.

Distância: 16 quilômetros de asfalto de Mambaí.

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Poço Azul

Cachoeira Poço Azul – poço 1

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Poço Azul

Cachoeira Poço Azul – poço 1

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Poço Azul

Cachoeira Poço Azul – poço 2

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Poço Azul

Cachoeira Poço Azul – poço 3

 

  1. Cachoeira do Alemão

 

Esse poço não tem a mesma tonalidade de cor do anterior, mas compensa por seu fácil acesso. São só 200 metros de trilha e é indicado para quem quer só relaxar, sem o esforço físico de trilhas.

Distância: 19 quilômetros de asfalto de Mambaí.

 

  1. Cachoeira Paraíso do Cerrado

 

A cascata desse poço é branquinha e lindíssima, como um véu de noiva de cerca de 50 metros de altura. Suas águas verdes e cristalinas são hipnotizantes e seu poço de 6 metros de profundidade parece um oásis entre a vegetação. Esse lugar impressionou a gente, é demais!

A trilha é leve, com 1.600 metros, mas a fazenda onde se localiza a cachoeira fica em Damianópolis, a 32 quilômetros de Mambaí, sendo 15 de asfalto e 17 em estrada de chão em condições razoáveis.

É a única atração em que não é obrigatório contratar guia, mas vale a pena a título de não perder tempo procurando o caminho.

Entrada: R$ 10,00 (abril/2018)

O que fazer em Mambaí, Goiás: cachoeira Paraíso do Cerrado

Cachoeira Paraíso do Cerrado

 

  1. Trilha Itaguassú

 

São 4 quilômetros de trilha circular passando por vales e cânions do Rio Vermelho e do Rio das Pedras, rochas e vegetação típica. A trilha não é pesada e fica a 1,8 quilômetros de Mambaí, parte em asfalto, parte em estrada de terra em condições razoáveis.

 

  1. Caverna Lapa do Penhasco

 

Essa atração fica no mesmo local de acesso do Poço Azul e se revela no vale do Rio Vermelho. Sua galeria é enorme e cheia de estalactites e estalagmites além de formas curiosas no interior. Uma trilha de 400 metros por sua galeria já é suficiente para ver muita coisa, mas ainda é possível fazer a travessia de 1.400 metros dentro da Lapa do Penhasco.

A trilha até a caverna é de apenas 200 metros, mas a descida final é em uma escada bem íngreme e é preciso atravessar a água na altura do ombro (temos 1,57m. de altura) para entrar. Lá dentro o terreno é todo irregular e também atravessamos pedras e pequenos poços, afinal, o rio passa lá dentro.

O que fazer em Mambaí, Goiás: Caverna Lapa do Penhasco

Entrada da caverna Lapa do Penhasco

O que fazer em Mambaí, Goiás: Caverna Lapa do Penhasco

Logo após a entrada subimos várias pedras e pequenos poços

O que fazer em Mambaí, Goiás: Caverna Lapa do Penhasco

Formações, estalactites e estalagmites no interior da Lapa do Penhasco: a última foto parece uma colônia! (clique paraver maior)

 

  1. Tirolesa na Lapa do Penhasco

 

A tirolesa é a atividade mais procurada lá. Quem não quer voar em uma altura de mais de 100 metros sem esforço nenhum? São 320 metros de extensão cruzando o vale, com vista para o rio e para a entrada da Lapa do Penhasco. É emocionante, principalmente se você tiver coragem de ir de frente, voando como um condor.

A trilha até a plataforma é de 200 metros, tem um mirante e um quiosque no ponto de chegada, onde a galera se reveza para filmar os colegas descendo. O equipamento é seguro e os condutores que nos atenderam nos orientaram muito bem.

O que fazer em Mambaí, Goiás: Caverna Lapa do Penhasco

Mirante na tirolesa da Lapa do Penhasco

O que fazer em Mambaí, Goiás: Caverna Lapa do Penhasco

Tudo pronto para a tirolesa!

O que fazer em Mambaí, Goiás: Tirolesa Lapa do Penhasco

Bom demais! Reparem na entrada da caverna à direita.

 

  1. Pôr do Sol na divisa Goiás-Bahia

 

Esse foi um passeio extra, que a gente nem esperava. Como chegamos quase no fim de tarde em Mambaí e não dava tempo de visitar nenhuma atração, o Bruno da Agência Mambaí Adventure indicou esse lugar para a gente ver o pôr do Sol. Ele explicou como chegar, compramos umas cervejas, e foi sensacional! São uns 12 quilômetros de distância. Se você chegar dos passeios e tiver tempo em algum fim de tarde, faça isso também!

O que fazer em Mambaí, Goiás

Chuva localizada à esquerda e esse pôr do sol incrível! Valeu Mambaí!

O que fazer em Mambaí, Goiás

O céu do cerrado é lindo demais!

 

  1. Claraboia (Lapa das Dores) e Caverna Borá

 

Essas são duas atrações que não visitamos por falta de tempo, mas que ouvimos falar muito bem. A Claraboia é uma enorme fenda na Caverna Lapa das Dores, cujo acesso só é possível através de rapel. E a Borá recebe o encontro do Córrego Borá com o Rio das Pedras dentro de suas galerias. Ambas são cheias de espeleotemas e o acesso é por trilha leve e rápida.

São duas formações, que como mencionei no início, parecem não encontrar outras semelhantes por aí. Queremos voltar, Mambaí! 🙂

 

Como visitar as cachoeiras e cavernas em Mambaí

 

As atrações ficam em propriedade particular e é obrigatório o acompanhamento de um condutor local. Nós fizemos todos os passeios com a Agência Mambaí Adventure, que nos atendeu prontamente pelo WhastApp. Eles oferecem os passeios individualmente ou o pacote para todos os dias da sua visita, e ajudam a organizar todo o seu roteiro lá, pois tem atração que não dá para conciliar no mesmo dia. Você pode escolher com ou sem almoço e pode reservar tudo antes de chegar.

A agência está localizada no posto de gasolina no trevo de entrada da cidade, bem pertinho do centro. O Bruno foi super gente boa com a gente e eu recomendo de olhos fechados. Sugiro que você olhe também as avaliações na página da Mambaí Adventure no Facebook. Só tem 5 estrelas!

 

S E R V I Ç O

Agência Mambaí Adventure

O que fazer em Mambaí, Goiás: agência Mambaí Adventure

Agência Mambaí Adventure, no posto de gasolina do trevo da cidade

 

Dicas para visitar Mambaí – GO

 

  • Não há caixas eletrônicos na cidade. Leve dinheiro, mas saiba que bares, restaurantes e posto de gasolina aceitam cartão de crédito.
  • A melhor época para visitar Mambaí é durante o período seco, pois entre novembro e fevereiro, no período mais chuvoso, alguns passeios podem ficar inviáveis.
  • estacionamento gratuito em todas as atrações.
  • A maior parte das atrações têm acesso pelo asfalto e os poucos trechos de estrada de terra estão em condições razoáveis (fev/2018).
  • Os dois supermercados na rua principal de Mambaí funcionam até às 19h. Vale comprar água e lanche do dia seguinte lá.
  • O sol do cerrado é sempre intenso (e lindo!). Não esqueço o protetor solar, óculos, boné e bastante água.
  • Preserve os ambientes naturais, não esqueça seu lixo nas atrações e cuide para que continue bonito e incrível como é!

 

Mambaí oferece opções de hospedagem como hotéis simples, camping e algumas pousadas com melhor infraestrutura. Nós ficamos nos chalés Mambaí Inn e achamos perfeito. Tem excelente café da manhã, uma equipe simpática, é bem confortável e tem ótimo preço.

Confira os preços e reserve maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in através da Booking.com

 

Onde comer ou em Mambaí

 

O Restaurante da Heide foi o mais recomendado, por sua comida caseira no fogão a lenha, com itens típicos do cerrado. PS: prove o pequi, mas pergunte como se come antes! Ahhaha Fica a 4 km de Mambaí, sentido Buritinópolis, à esquerda, logo após a ponte e o Rancho do Zé.

O Restaurante Zebras, no posto de gasolina do trevo da cidade serve buffet variado self-service, com churrasco, no almoço e no jantar. Lá vende vinhos também, melhores que os do supermercado! Também há um Zebras com clima de bar no centro, mais procurado a noite, com pizzas, sanduíches, porções e petiscos.

O Açaí Central é ótimo e ainda oferece sanduíches, salgados e – pra nossa surpresa – caldos, deliciosos e caprichados.

A Pizzaria do Osmar foi super recomendada e de fato, valeu a pena. Essas foram as opções que tivemos a chance de conhecer e todas atenderam bem.

O que fazer em Mambaí, Goiás

Restaurante da Heinde arrasou: arroz, feijão, carne de panela, abóbora, farofa, torresmo e pequi! E ainda repeti!




 

Como chegar em Mambaí

 

O aeroporto mais próximo de Mambaí é o de Brasília, a cerca de 300 quilômetros.

De carro a partir de Brasília o acesso é pela BR-020, saída para Formosa (Goiás), sentido Bahia. A estrada passa por cidades como Simolândia e Alvorada do Norte. Pouco depois dessa última, é preciso pegar a GO-236, à direita no trevo para Buritinópolis (atenção à placa). Aí são mais 45 quilômetros até Mambaí, passando por dois pequenos povoados, mas não tem erro.

No geral, o asfalto está em boas condições, não há pedágios e é uma reta sem fim, com muito trânsito de caminhões e carretas enormes.

Goiânia está a cerca de 500 quilômetros, consequentemente, o acesso é pela BR-060 até Brasília e em seguida, pelo mesmo caminho já citado.

De ônibus seria preciso fazer baldeação em Alvorada do Norte e o acesso até as atrações ficaria difícil.

 

Organize sua viagem aqui no vida sem paredes
Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in através da Booking.com
Precisa alugar um carro? Compare os preços das principais locadoras, pague em reais sem IOF e parcele em até 12x sem juros no cartão ou garanta 5% de desconto no boleto à vista no Rentcars.com
Faça uma cotação de seguro viagem, compare os preços de várias seguradoras e pague em até 12x ou com desconto no boleto bancário no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto e viaje tranquilo: VIDASEMPAREDES5
Ao reservar com um de nossos parceiros através dos nossos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

 

O que fazer em Mambaí: cachoeiras e ecoturismo em Goiás
Data da viagem: abril de 2018

por Camila Coubelle


> A agência Mambaí Adventure foi parceira do Vida sem Paredes nos tours, mas esse post é totalmente isento e reflete a nossa experiência real e sincera com o serviço. Escolhemos nossos parceiros com muita cautela. Conte sempre com as dicas testadas e aprovadas por nós!

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

6 Comments

  1. Não conhecia essa região e adorei saber mais a respeito. Pelas fotos é realmente um show, cada cachoeira mais linda que a outra! E a listinha de lugares que vou querendo visitar só cresce…

  2. Que lugares lindos! To impressionada com as Cachoeiras Paraíso do Cerrado e Poço Azul, ótimas dicas. Quero muito conhecer Goiás!

  3. Nunca tinha ouvido falar desse lugar maravilhoso! Fantástico! Aqui em Mg tem essa planta q coca e eu ja fiquei com o corpo todo empolado uma vez, não é lenda. Agora o pequi eu passo, ecaaaa rsrsrs só o oleo dele q é maravilhoso pro cabelo q tolero.

  4. Amamos viagens para explorar as belezas naturais, mas conhecemos muito pouco das Chapadas. Sempre tivemos receio de que a estrutura não fosse adequada, mas seu post inspirou e me deixou mais tranquila! Já subiu na listinha de desejos. Parabéns pelo blog!

  5. Nossa, que lugar mais lindo e que fotos maravilhosas! Já quero conhecer esse paraíso.

  6. Pingback:Trilha da cachoeira Poço Azul em Mambaí, Goiás | vida sem paredes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *