O que visitar no centro histórico de Olinda, Pernambuco

Desconto no Seguro Viagem

 

De um lado, ladeiras cheias de histórias que remontam ao século XVI. Do outro, um mar de um azul extraordinário. Essa soma de atributos de Olinda disputa a atenção de quem circula pelo Alto da Sé, onde se concentram várias das atrações desse destino que pode ser facilmente conjugado com Recife, capital de Pernambuco. São apenas 9 quilômetros de distância, e a cidade, famosa por seu carnaval, pode ser visitada em um dia.

Olinda é tombada como Patrimônio Mundial Cultural pela Unesco e seus pontos turísticos são históricos e culturais, com muitas igrejas – são dezenas -, casarões antigos, quatro museus de cultura regional, ateliês de artesanato, e também, alguns mirantes legais para ver as ladeiras do centro histórico e o mar.

Conheça as atrações de Olinda que realmente valem a pena, quanto custa e aproveite as dicas.

O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco
O letreiro fica bem perto da Praça do Carmo
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco
São muitas e muitas ruas e ladeiras cheias de casas coloridas
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco
O melhor é circular pelas ruas e descobrir ângulos legais

 

Como chegar em Olinda

 

O Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes / Gilberto Freyre é o mais próximo de Olinda, que está a menos de 10 quilômetros ao norte de Recife. Um dia é consultar passagens aéreas em oferta nesse link.

De carro: acesso pela avenida Agamenon Magalhães, também chamada Beira-Mar de Olinda.

ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com

De ônibus: a linha direta para quem está na Boa Viagem em Recife é a 910, que vai de Barra de Jangada até Barra do Rio Doce, e o ponto mais próximo ao Centro Histórico é a Praça do Varadouro. Mas a melhor forma de chegar é através de um táxi ou Uber: além de mais rápido, você pode escolher o Alto da Sé como destino final, e vir descendo, enquanto de ônibus você terá que subir. Pagamos em torno de R$ 27,00 (jun/2018) no Uber a partir da Boa Viagem, para meia hora de viagem.



D I C A S:

> Como Olinda pode ser visitada em um bate e volta a partir de Recife, os visitantes preferem se hospedar na capital e ficar mais perto das atrações do Recife Antigo, da praia da Boa Viagem, dos melhores hotéis e restaurantes. Confira o artigo sobre o que fazer em Recife e os pontos positivos e negativos das regiões em que se encontram a maior oferta de hospedagem. Assim ficará fácil decidir onde se hospedar.

>> Se preferir, consulte as OFERTAS DE HOSPEDAGEM em Olinda e reserve de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com

> Fora o período do Carnaval, quando Olinda recebe milhões de visitantes, a melhor época para visitar é de setembro em diante, pois de maio a junho é o período chuvoso. Mas nós visitamos em junho, na época do São João em Pernambuco, e não vimos chuva. Ô sorte!

>> VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb.

O que fazer em Olinda, Pernambuco:

 

>> Comece pelo Convento de São Francisco

Por que vale a pena? Por causa da beleza arquitetônica e pelo acervo de azulejos portugueses.

A construção do século XVI tem o interior todo rebuscado, com entalhes em madeira que valem a visita, além das pinturas antigas do teto. Fica um pouco antes do Alto da Sé.

  • Funcionamento: segunda a sábado, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30
  • Taxa de visitação: R$2,00
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Convento São Francisco
Azulejos portugueses do Convento de São Francisco

 

>>Siga até o Alto da Sé

É onde estão as famosas tapioqueiras, as feirinhas de artesanato, Mercado de Artesanato da Sé, e várias atrações pela rua Bispo Coutinho. Tem rendas legais no mercado, fica a dica!

Logo que chegar, você será abordado por guias oferecendo seus serviços (em torno de R$40,00 jun/2018 por pessoa. É interessante por que eles conhecem bem a história local e são remanescentes de uma antiga instituição fundada por Dom Helder Câmara para tirar as crianças da rua.

O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Catedral da Sé
Alto da Sé, onde está a Catedral da Sé
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Alto da Sé
Mercado de Artesanato – Barraquinhas das tapioqueiras

 

 

>> Entre na Catedral Metropolitana de São Salvador do Mundo (Catedral da Sé)

Por que vale a pena? A primeira atração avistada ao chegar no Alto da Sé, a igreja tem o interior interessante, pois, embora as reformas não tenham conservado os detalhes originais, há pisos da época e colunas feitas com óleo de baleira, também do século XVI.

A igreja dá acesso a um mirante com vista para o mar que é ponto clássico para fotos.

  • Funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Catedral da Sé
Mirante da Igreja Catedral da Sé

 

>> Suba no Mirante da Caixa D’água

Um elevador panorâmico leva até 20 metros de altura, de onde se tem uma vista 360º, incluindo o centro histórico de Olinda e do mar, e a parte mais moderna da cidade.

  • Funcionamento: segunda a quarta, das 8h às 18h; e quinta a domingo, das 8h às 20h
  • Taxa de visitação: R$8,00 (jun/2018)

 

 

>> Caminhe até o Museu de Arte Sacra de Pernambuco (Maspe)

Ele está instalado no antigo palácio dos Bispos de Olinda. É nessa construção que está a placa da Unesco. O acervo tem peças de imagens antigas eruditas, pinturas e arte sacra popular, algumas do século XVI.

  • Funcionamento: terça a domingo, das 10h às 17h
  • Ingresso: R$ 5,00

 

>> Mais adiante está a Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda

É o lugar para ver de perto os famosos bonecos que fazem sucesso no Carnaval de Olinda e Recife. Particularmente, acho que vale mais a pena durante a festa.

  • Funcionamento: diariamente, das 9h às 18h
  • Ingresso: R$ 10,00
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Museus
Casa dos Bonecos Gigantes / Maspe / Museu do Mamulengo

 

>> Siga a Rua Bispo Coutinho

até a Igreja da Misericórdia e desça a Ladeira da Misericórdia, em frente. Você vai passar pelos Quatro Cantos, um ponto emblemático cheio de casarios antigos que é o epicentro do Carnaval de Olinda. O Museu do Mamulengo (R$10,00) e o Museu Regional de Olinda estão por perto. O do Mamulengo funciona de segunda a sexta, das 9h às 17 e é o primeiro museu dedicado a bonecos populares no Brasil e na América Latina. Já o segundo funciona de terça a sexta, das 9h às 17h. A gente foi em um sábado e estavam fechados.

 

>> Entre no Mercado da Ribeira

Foi construído no final do séc. XVII e funcionou como um mercado de carnes, peixes, hortaliças e outros produtos. No centro havia um pelourinho, área de castigo de escravos. Hoje o prédio bem característico do Brasil Colonial é cheio de lojinhas de artesanato local, pinturas, gravuras e oficinas de entalhadores.

  • Funcionamento: diariamente, das 8h às 18h
  • OBS: o outro mercado, Eufrásio Barbosa, que fica perto do mar e do Mosteiro São Bento estava fechado para reforma.

 

>> Visite o Mosteiro de São Bento

Por que vale a pena? A construção imponente em estilo barroco tem um magnífico altar-mor em cedro todo folheado a ouro, com cerca de 28 quilos.

  • Funcionamento: diariamente, das 9h às 11h45 e das 14h às 17h
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Mosteiro de São Bento
O Mosteiro de São Bento tem altar decorado em ouro

 

>> Finalize na Praça do Carmo e Igreja do Carmo

Já na beira-mar e quase em frente ao letreiro “Olinda”, é a igreja que se destaca na vista dos mirantes lá do Alto da Sé. Seu interior em estilo barroco tem um bonito altar-mor e a visitação é gratuita. Por ali tem barraquinhas de comida típica, incluindo tapioqueiras.

  • Funcionamento: terça a sábado, das 9h às 17h
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Ig. do Carmo
Ig. do Carmo em frente à praça de mesmo nome, e perto do letreiro “Olinda”
O que fazer no centro histórico de Olinda, Pernambuco: Ig. do Carmo
Interior da Ig. do Carmo

 

Olinda é aquele tipo de cidade que vale a pena subir e descer as ladeiras, se perder mesmo e descobrir novos ângulos. Nós circulamos por mais tempo por ali, afinal, são dezenas de pontos de interesse e quisemos conferir tudo.

Mas atenção: muitas igrejas estão em reforma, ou ficam fechadas, ou são muito simples. Alguns pontos são meio descuidados e podem decepcionar um pouco. Confira no mapa as atrações citadas e o trajeto a ser percorrido a pé:

 

 

Onde comer em Olinda

 

  • Oficina do Sabor, especializado em comida nordestina, do chef César Santos.
  • Restaurante Beijupirá, a rede famosa especializada em peixes e frutos do mar.
  • Barrio Café e Bar, opção econômica com pratos regionais.

 

O que visitar no centro histórico de Olinda, Pernambuco
Data da viagem: junho de 2018

por Camila Coubelle

 

Organize sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
PASSAGEM AÉREA em oferta com até 25% OFF em até 6X sem juros no Passagens Promo
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3



As dicas do vida sem paredes te ajudaram?

Pra não perder nenhuma informação ou roteiro, fale com a gente no FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST ou YOUTUBE

Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa. Aqui você encontra muitas dicas, roteiros, guias de destinos incríveis pelo mundo. A gente divide nossas experiências para inspirar as suas.

2 comentários em “O que visitar no centro histórico de Olinda, Pernambuco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.