Uma visita ao interior do Teatro Amazonas

 

 

A inconfundível cúpula do Teatro Amazonas, que pode ser vista de vários pontos de Manaus, já oferece uma amostra do que veremos na visita guiada ao seu interior. Originalidade, cores, história e uma imponência misturada a uma delicadeza de formas clássicas formam um conjunto que é cartão-postal da cidade. É patrimônio arquitetônico e histórico da capital amazonense.

O teatro inaugurado em 1896 tem sua cúpula feita com cerâmica esmaltada e telhas vitrificadas que remetem às escamas do pirarucu, peixe comum da região, conhecido por ser um dos maiores de água doce. A visita ao seu interior nos leva por um passeio ao passado, pela “Belle Époque”, em visitas guiadas ou autoguiadas que percorrem o teatro, as galerias internas e algumas exposições permanentes. O acervo apresenta figurinos, peças antigas e um pouco da história do lugar, que é a maior representação da riqueza amazonense no período da extração da borracha.

A famosa cúpula

Teatro Amazonas

 

No entorno do Teatro Amazonas

 

O Teatro Amazonas está localizado no Largo São Sebastião, um ponto da cidade que atrai muitos turistas. Cheio de barzinhos e restaurantes animados, com mesas do lado de fora que ficam cheias principalmente à noite, o Largo ostenta um monumento comemorativo à Abertura dos Portos do Amazonas. Um fato muito interessante sobre o lugar é que o calçamento do Largo ao redor do Teatro era emborrachado. O intuito dessa originalidade era evitar que os ruídos das charretes transitando atrapalhassem os espetáculos no interior do prédio. Em todo o entorno do Teatro há ângulos sensacionais para fotografias, além de uma bela visão da Igreja São Sebastião e do Palácio da Justiça.

 

A visita ao interior do Teatro Amazonas

 
Na visita guiada (R$ 20,00), o visitante precisa seguir um cronograma e tem a vantagem de ser acompanhado por especialistas na história do teatro que nos mostram mais detalhes e explicam tudo em português, inglês ou espanhol. Além disso, o tour guiado passa pelo palco. Mas fique atento ao horário, já que as visitas guiadas saem de 45 em 45 minutos e o último grupo sai às 14h.
 
A visita autoguiada é feita com o auxílio de totens em três pavimentos: o museu do teatro, os salões nobre e de espetáculos, camarotes e o camarim de época, que conta com peças, trajes e decoração do século 19. Nos totens o conteúdo é completíssimo! Tanto que, se você quer conferir todas as informações que incluem até a construção do Teatro, separe um tempo.

Repare nos menus completíssimos e cheios de conteúdo

 

As máscaras do teatro estão em todas as fileiras

 

O tour com cerca de 50 minutos percorre um valioso acervo de objetos que evocam as diversas fases da sua história, desde a sua construção aos dias atuais. A primeira parada é no interior do Teatro. O monitor aponta os detalhes históricos, políticos e econômicos do período da construção do prédio e fatos sobre a obra, as pinturas internas, lustres e demais objetos que compõem o espaço de espetáculos.

Nesse momento, também há uma visitação ao palco, porém, minha visita guiada foi em uma sexta e não pudemos chegar até lá, pois estava sendo preparado para um espetáculo à noite.

A visita segue para o andar superior até o Salão Nobre, construído para receber os frequentadores do teatro durante os intervalos das longas apresentações. O ambiente é um espetáculo artístico à parte, com painéis produzidos pelo artista italiano Domenico De Angelis remetendo à natureza amazônica, com desenhos de fauna, flora e literatura locais, incluindo uma pintura dos personagens Ceci e Peri, da ópera “Il Guarany”, de Carlos Gomes, inspirada no livro “O Guarani”, de José de Alencar. Ainda no Salão Nobre, acessamos o terraço da frente do Teatro, com uma bela vista do Largo de São Sebastião.

Galerias

Roupas de época

Maquete com 30 mil peças de Lego

Instrumentos antigos

 

Em exposições permanentes vemos roupas de época usadas em óperas apresentadas no Teatro Amazonas, instrumentos musicais antigos, objetos antigos destinados à projeções e sonorização, incluindo o antigo camarim dos artistas, que recria o ambiente da época.

Um dos itens mais legais do acervo é a maquete do Teatro Amazonas feita com 30 mil peças de Lego, de 1960.  Feita na sede da Lego na Dinamarca quando a fábrica homenageou vários monumentos históricos do mundo, a maquete foi posteriormente enviada para a sede da Lego em Manaus e doada ao Teatro Amazonas em 2001, quando a sede local fechou.

Além do acervo e da história, a visita ao Museu do Teatro Amazonas surpreende pela beleza do corredor, escada e de cada cantinho percorrido. Sem dúvida, uma das atrações mais interessantes de Manaus.

 

Curiosidades do Teatro Amazonas

 

  1. Eclético, mistura os estilos barroco e rococó com decoração e estilo creditados a Crispim do Amaral, ator, decorador, ensaísta e jornalista.
  2. Chamam a atenção as esculturas de máscaras que representam a comédia e o drama do antigo teatro grego e a pintura em volta do lustre principal, que dá a impressão de estarmos abaixo da Torre Eiffel.
  3. Os lugares no Teatro eram ocupados de acordo com o poder aquisitivo das famílias.
  4. O pano de boca (na sala da plateia) traz uma pintura original de autoria de Crispim do Amaral, em homenagem ao encontro das águas.
  5. A cúpula do teatro é composta por 36 mil telhas vitrificadas em um projeto de vanguarda, mas que foi apelidado de “papagaio” e “mantegueira”. A construção recebeu críticas e correu o risco de ser demolida. Hoje, é um marco na paisagem de Manaus.

Pintura no teto que remete à Torre Eiffel

Pano de boca em homenagem ao Encontro das Águas

 

Programação Cultural do Teatro Amazonas

 

Os turistas que visitam Manaus no mês de maio têm chance de prestigiar o Festival de Ópera do Amazonas, realizado anualmente. Já quem passa pela cidade entre junho e julho consegue participar do Festival Amazonas Jazz.

Mas se sua visita à Manaus for fora desses meses, não se preocupe. O Teatro Amazonas tem programação cultural de terça a domingo, com entrada gratuita terça e quarta. Assistimos a apresentação da Amazonas Jazz Band durante a nossa viagem, mas na mesma semana teve espetáculos de dança e teatro. A Secretaria de Estado de Cultura é o órgão responsável pela programação do Teatro Amazonas, que você pode conferir nesse site.

 

> Leia também: O que fazer em Manaus e confira dicas de passeios na cidade.

 

Dicas para visitar o Teatro Amazonas

 

  1. A visita ao interior do Museu é rápida e leva menos que um turno (manhã ou tarde). A visita guiada leva menos de 1 hora.
  2. O espaço tem banheiros e uma pequena lojinha de artesanato, mas não tem restaurante.
  3. A atração de Manaus oferece acessibilidade para deficientes físico, visual e auditivo.
  4. Há um café aconchegante no Teatro que fica aberto até antes dos espetáculos.
  5. Confira a programação do teatro no seu hotel.

 

S E R V I Ç O

Teatro Amazonas

  • Av. Eduardo Ribeiro, 659 Centro, Manaus – AM
  • Fones: +55 (92) 3622-1880 | 3622-2420 | 3232-1768
  • Funcionamento: terça a sábado das 9h às 14h
  • Tarifa: R$ 20,00 (março/2017)

 

Onde se hospedar em Manaus

 

Nossa escolha em Manaus foi EcoSuites Hotel, no Centro Histórico. Motivos?

  • Novo
  • Confortável
  • Atendimento excelente
  • Limpo
  • Precinho camarada
  • Perto de tudo- a poucos metros da Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia).

Confira outros detalhes do hotel e como foi nossa experiência lá nesse link ou reserve na Booking.com através desse link.

> Se precisar alugar um carro para visitar os pontos turísticos de Manaus, escolha o ponto de partida e compare os preços de todas as locadoras através desse link.


Teatro Amazonas, Manaus – AM: cerca de 1,8 milhões de habitantes | 110V
Data da viagem: março de 2017

por Camila Coubelle

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

2 Comments

  1. Olá, bom dia, gostaria de saber se as visitas para pessoas nascidas no Amazonas são gratuitas ou é preciso ser paga a taxa de 20 reais.

    PS:Não consigo colocar interrogação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *