• Pacotes para Trilha Inca Machupicchu e Trilha Salkantay

14 práticas simples para um turismo responsável

 
Você já se perguntou se o que você faz durante as suas viagens colabora para um turismo responsável? Agir segundo os princípios da justiça social e econômica, com pleno respeito ao ambiente e às culturas é mais simples do que você imagina e de fundamental importância para evitar ou minimizar os impactos negativos ao meio ambiente, economia, cultura e sociedade. Confira se na lista abaixo se você colabora com um turismo responsável e mais sustentável. Quando o assunto é ser um turista consciente, nunca é demais refletir, relembrar e repensar!

 

14 práticas simples para um turismo responsável:

 

  1. Valorize e procure entender a cultura e a história do local

É justamente por ser tão diferente da sua que a cultura dos lugares que você visita contribui para o seu enriquecimento cultural e pessoal. Respeitar e admirar as riquezas culturais leva a gente a uma conscientização maior a respeito da diversidade.

 

  1. Compre produtos e artesanatos típicos da região visitada

Isso valoriza e incentiva o comércio e contribui com a renda dos povos locais. Em muitos lugares que visitamos grande parte da população sobrevive desse tipo de atividade. É uma forma de agradecer a hospitalidade em seus países e de levar para casa uma lembrança física da viagem.

 

  1. Respeite a legislação e os limites dos locais que serão visitados

Nem é preciso lembrar que não cumprir essas regras traz problemas para a sua segurança e até problemas com a lei, que muitas vezes pode ser bem diferente e muito mais penosa do que a do seu país. Já imaginou ficar preso por coisas que você achou que eram bobas?

 

  1. Sempre que possível, evite destinos com grande demanda nas altas temporadas

Muitas vezes as nossas férias e folgas no trabalho coincidem com as altas temporadas, mas uma forma criativa de planejar suas viagens é procurar opções alternativas. Tem lugares incríveis que podem te oferecer uma sensação de exclusividade. Garanto que vai fazer seu investimento na viagem valer muito mais à pena!

 

  1. Contrate apenas guias de turismo credenciados

Além de ficar tranquilo com a sua segurança e aproveitamento do passeio ou da atividade, você evita dissabores, já que a profissão de guia é regulamentada por lei federal.

 

  1. Só pratique atividades de aventura com as devidas precauções de segurança

Vira e mexe vemos as pessoas se sensibilizando com algum caso de acidente postado nas redes sociais. Pessoas que se perderam em florestas, trilhas, ou que caíram de precipícios. É melhor não aumentar as estatísticas, né? Não vá para lugares inóspitos sem guias, GPSs ou alguém que conheça, e não se arrisque em posições que parecem “perfeitas” para fotos, mas que podem gerar desequilíbrio e quedas. Seja prudente sempre, pois nesse tipo de atividade o resgate pode ficar mais complicado.

Ah, e não se esqueça de usar as roupas adequadas para cada passeio. Se for a pé a um lugar distante leve lanche, água, casaco, filtro solar… ou seja, esteja preparado. Inclusive para os imprevistos, pois eles acontecem.

 

  1. Respeite o patrimônio artístico, arqueológico e cultural do local visitado

Isso vale não só para as viagens, mas também para a nossa própria cidade!

 

  1. Não jogue lixo em locais inapropriados

Gente, isso inclui até a rua que você mora, quanto mais as que você não mora.

 

  1. Nunca, em hipótese alguma, retire espécies de plantas e animais de seu habitat natural

Elas não vão sobreviver fora, e muito menos serão felizes longe de casa.

 

  1. Não traga pedras, conchas, cristais e outros objetos da natureza

Outros visitantes também merecem vê-los. Se todos trouxerem alguma coisa de lembrança, o que sobra para quem visitar o lugar no futuro?

 

  1. Não compre e denuncie a venda de animais silvestres

Nenhuma vida pode ser transformada em mercadoria, ainda mais para uma atividade clandestina e que movimenta dinheiro sujo. E é crime, viu? E se ninguém compra, ninguém vende, ninguém caça.

 

  1. Não contribua com atividades turísticas que escravizam animais para o entretenimento

Vale para zoológicos, espetáculos e qualquer outra atividade que prejudique qualquer animal.

 

  1. Denuncie práticas de turismo sexual

Apenas. Grande parte das vezes, as pessoas submetidas ao turismo sexual são traficadas, enganadas, exploradas e escravizadas.

 

  1. Não transporte drogas, armas, antiguidades e outros itens proibidos

Além de trazer danos para toda uma região, você só vai se prejudicar.

 

Com reflexões a respeito do assunto e algumas práticas para um turismo responsável e com menos impactos ao meio ambiente a única consequência será benefícios e experiências positivas para todos os envolvidos: turistas, destinos e população local. Pense nisso, e ajude a aumentar essa lista com atitudes que ficaram faltando e merecem a atenção. Deixe um comentário e não se esqueça de compartilhar com o maior número de pessoas possíveis. Seja um viajante consciente. Os destinos agradecem. E os viajantes, mais ainda!
 


>> Veja as opções de hospedagem para o seu próximo destino e reserve na Booking.com através desse link. (Ao reservar através de nossos links você ajuda o blog vida sem paredes a continuar compartilhando dicas de viagem sem pagar a mais por isso. Obrigada!)

 
>> Se precisar alugar um carro para viajar, escolha o ponto de partida e compare os preços de todas as locadoras através desse link.

 
>> Faça uma cotação do seu seguro viagem através desse link e aproveite com tranquilidade. Use nosso CUPOM DE DESCONTO EXCLUSIVO e ganhe 5% de desconto no seu seguro.

Cupom: VIDASEMPAREDES5


 
Por Camila Coubelle

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *