As cataratas argentinas do Parque Nacional Iguazú

 

O Parque Nacional Iguazú guarda as magníficas cataratas argentinas e é super indicado para quem quer completar a experiência de conhecer esse incrível Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. Isso porque o monumento formado pelo Rio Iguaçu ocupa partes do Brasil e da Argentina. Como o parque do lado argentino fica bem perto da fronteira com Foz do Iguaçu, no Paraná, fica muito fácil visitar os dois lados. Ainda mais porque dá para ir de ônibus, transfer, táxi…

Conheça as atrações e trilhas do Parque Nacional Iguazú, confira as dicas, como chegar por conta própria, com que dinheiro pagar, como comprar o ingresso, como funciona a visita e tudo mais!

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina

Garganta do Diabo

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina

Circuito Inferior

 

Como chegar em Puerto Iguazú

 

A cidade é Puerto Iguazú, província de Misiones, a cerca de 18 quilômetros de Foz, na Tríplice Fronteira. O acesso é por meio da Ponte Internacional Tancredo Neves, que une a rodovia BR-469 em Foz do Iguaçu, à RN 12, em Puerto Iguazú, na Argentina. E o Parque Nacional Iguazú, onde está a entrada para as cataratas argentinas, fica a 17 quilômetros do centro da cidade hermana.

A viagem leva cerca de meia hora e, para cruzar a fronteira, é preciso estar com o RG em mãos (em bom estado de conservação e com menos de 10 anos de expedição). Na ida, o ônibus para e todos os passageiros descem e atravessam a pé. É preciso passar pelo escritório da imigração e entrar no ônibus novamente lá na frente, mas é rápido.

Há 3 empresas de ônibus que fazem o trajeto com horários de ida a partir das 7h da manhã, com ônibus de meia em meia hora, ou de hora em hora.

>> Confira mais detalhes de como chegar em Puerto Iguazú de ônibus, táxi ou transfer.

 

Como chegar de Puerto Iguazú ao Parque Nacional Iguazú

 

Para chegar até as Cataratas del Iguazú, você pode ir até o terminal de ônibus no centro de Puerto Iguazú e pegar outro ônibus até o parque (45 pesos nov/2017). Ou economizar tempo descendo logo após a entrada. Peça para o motorista parar no local ou apenas siga o fluxo, pois vários visitantes vão descer ali.

Em frente ao ponto de ônibus onde você vai descer há outro, no lado oposto da rua, no sentido contrário. É ali que você pode esperar o ônibus que saiu do terminal (está escrito “ônibus a cataratas”).

Se o ônibus entrar na rua antes da rotatória, você terá que andar uns 5 minutos até o próximo ponto. Vale perguntar ao motorista na hora do embarque.

Ou pegar um táxi, que compensa muito, pois custa R$ 25,00 por pessoa (nov/2017). Não tem espera, pois eles já ficam ali e mesmo se você estiver sozinho, pode compartilhar com outros viajantes. Por fim o taxista deixou por R$ 20,00, já que estávamos em 3 pessoas. Você pode pagar tanto em real, quanto em pesos ou dólar.

O trajeto de cerca de 17 quilômetros dura uns 15 minutos.

 

Parque Nacional Iguazú: visitando as cataratas do lado argentino

 

O parque das cataratas é o principal ponto turístico de Puerto Iguazú. Ele existe desde 1934 e foi criado para conservar as Cataratas do Iguaçu, um dos monumentos naturais mais extraordinários do planeta. Tanto que são Património Mundial da UNESCO, desde 1984, e uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, desde 2011.

São 67 mil hectares de mata salpicada por mais de 270 quedas, além de várias trilhas, circuitos, pontes e mirantes, que facilitam a visita.

Eu acho que o parque nacional dos hermanos tem mais circuitos e atrativos, por isso, impressiona mais que o Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro.

Tem estacionamento (100 pesos em nov/2017), guarda-volumes, loja e ótima estrutura. Logo na entrada está o centro de visitantes, onde você pode pegar um mapa e conferir informações turísticas.

A melhor parte é que no parque das cataratas argentinas você pode fazer 6 diferentes circuitos (todos sinalizados e acessíveis) com o mesmo ingresso, cada um com um visual diferente e diversas quedas. Do lado brasileiro, no Parque Nacional do Iguaçu, você só pode fazer um circuito, a Trilha das Cataratas.

Também é possível comprar passeios náuticos pagos à parte, como o Aventura Náutica, um mergulho de bote nas quedas das cataratas, ou safaris 4×4.

Importante: a bilheteria não aceita reais, o pagamento do ingresso só pode ser feito em pesos, e em dinheiro. Há caixas eletrônicos e casas de câmbio na portaria do parque.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Garganta do Diabo

Garganta do Diabo

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Garganta do Diabo

Na Garganta do Diabo: à esquerda o lado brasileiro, à direito o lado argentino

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Garganta do Diabo

Passarelas e circuitos do Parque Nacional Iguazú

 

Circulando no Trem da Selva

 

Para se locomover de um ponto ao outro dentro do parque, tem o Trem da Selva, charmoso, porém lento, a 18 km/h. Ele sai de meia em meia hora, acomoda 250 pessoas, e a vantagem é poder curtir o visual todo verde do trajeto. São 3 estações:

1ª – Estação Central – logo após o centro de visitantes

2ª – Estação Cataratas – 700 metros depois, perto das entradas para os Circuitos Inferior e Superior

3ª – Estação Garganta do Diabo – 3 quilômetros após a anterior

>> Em alta temporada as filas ficam grandes, mas há a opção de percorrer os 700 metros entre as duas primeiras a pé. E até os 3 quilômetros entre a 2ª e a 3ª, dependendo da sua disposição. Todo o trajeto é plano, mas exposto ao sol escaldante.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Trem da Selva

Estação Cataratas do Trem da Selva

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina

Clique para ver o mapa em tamanho maior

 

Circuitos e atrações do Parque Nacional Iguazú:

 

Centro de Visitantes

 

O Centro de Visitantes Ivyrá Retá fica logo na entrada e tem imagens e informações sobre a cultural e biodiversidade local.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina,Centro de Visitantes

Centro de Visitantes

 

Sendero Verde

 

Esse caminho de 650 metros conecta a Estação Central à Estação Cataratas, passando pela praça de alimentação. É uma alternativa ao trem nesse trecho, com uma caminhada leve e agradável, mas sem atrativos: a vantagem é a economia de tempo.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Sendero Verde

O Sendero Verde não passa pelas quedas

 

Circuito Inferior

 

Nesse trajeto com 1700 metros, a gente tem uma visão da base dos saltos. O circuito começa na Plaza Dos Hermanas, onde há restaurantes e lanchonetes, passa por saltos incríveis como o Bossetti, que é enorme. No Alvar Nunes você verá um arco-íris duplo circulando o salto, um cenário belíssimo. O salto Dos Hermanas e vários outros completam esse trajeto, que ainda oferece uma visão plena da Isla San Matín, do cânion do Rio Iguaçu, e da Garganta do Diabo ao fundo, com toda a neblina que a cerca.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Circuito Inferior

Salto Dos Hermanas vistos da base, no Circuito Inferior

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Circuito Inferior

Salto Alvar Nunes, Circuito Inferior

 

Isla San Martín

 

Essa ilha no coração das cataratas pode ser acessada de lancha gratuita que sai de um cais no Circuito Inferior. O trajeto leva 10 minutos e, uma vez na ilha, você pode percorrer os 700 metros de um circuito em meio a mata, passando por um mirante de frente para o Salto Bossetti e pela “La Ventana”, que oferece uma vista para a Garganta do Diabo e para os saltos do lado brasileiro das cataratas.

Quando estivemos lá a Isla San Martín estava fechada há mais de 15 dias, por causa do nível alto das águas, que não permitia o desembarque.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Isla San Martín

Isla San Martín vista do Circuito Superior

 

Circuito Superior

 

São 1750 metros, mas consome mais tempo que o anterior. Isso porque são muito mais saltos e mirantes para ver. É plano e oferece um visual por cima das quedas. Passa pelo Salto Dos Hermanas, Chico, Bossetti, Adan Y Eva, Bérnabe Méndez entre outros, até o salto Mbiguá. Todos lindíssimos e abundantes. Entre o Chico e o Bossetti tem um ponto clássico para fotografar a sequência de quedas. Por último cruzamos por cima do rio para chegar ao Salto San Martín, o mais espetacular do circuito, de onde se tem uma visão da ilha e de toda a grandiosidade do parque. Aliás, esse é o circuito que oferece a visão mais completa do todo. Se você for escolher só um deles, vá nesse!

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Circuito Superior

Sequência de saltos vistos do Circuito Superior

 

Garganta do Diabo

 

A Garganta do Diabo é o mais importante e espetacular salto das Cataratas do Iguaçu. São 85 metros de uma queda grandiosa, onde é impossível ver seus limites, por causa da nuvem de gotículas. Também é impossível não se molhar e sentir a vibração das águas.

São 1100 metros só de ida, adentrando o rio até os mirantes mais disputados do parque.

Tanto que um fotógrafo ocupa um ponto cuja vista é metade Brasil, metade Argentina, e vende a mesma por R$ 30,00 (nov/2017).

Para acessar o circuito, pegue o Trem da Selva até a Estação Garganta do Diabo, ou percorra os 3 quilômetros a partir da Estação Cataratas.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentinas, Garganta do Diabo

O ponto mais visitado das cataratas

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentinas, Garganta do Diabo

É muita água!

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentinas, Garganta del Diablo

Procurando um lugar ao sol, ou melhor, à água

 

Sendero Macuco e Salto Arrechea

 

Com 3,5 quilômetros só de ida, esse é o circuito menos visitado do parque. Ele passa por menos saltos, mas privilegia o contato com a selva e com a fauna silvestre dali. No fim do trajeto, a queda de 20 metros do salto Arrechea recompensa.

 

Se é possível fazer todos os circuitos?

Sim, mas com muita pressa, chegando às 8h30 e ficando até o último minuto, e claro, sendo um pote sem fundo como eu! Mas nem eu fiz todos, pois a isla estava fechada, e eu troquei o Sendero Macuco pelo Gran Aventura, passeio pago a parte com mergulho de lancha nas cataratas.

O ideal é visitar em dois dias e aproveitar o parque por inteiro e com calma. O 2º dia consecutivo tem 50% de desconto.

 

Passeios extras

 

_ Expedición Selva: safari de 20 km com 4×4, 2 horas de duração, com saídas às 10h30 e às 16h, preço de 660 pesos.

_ Exedición Pioneiros: safari 4×4 pelo antigo caminho dos descobridores, com duração de 2 horas, saída às 7h30, preço de 660 pesos.

_ Expedición Cascata: safari 4×4 mais 800 metros de caminhada até o Salto Arrechea, com 1h30 de duração, saída às 14h, preço de 560 pesos.

>> As 3 opções partem do hotel ou do centro de visitantes, aceitam cartões de débito e crédito, e têm meia entrada para crianças de 6 a 12 anos.

 

Passeios da Iguazú Jungle

 

_ Aventura Naútica: mergulho de lancha no Salto Tres Mosqueteros, com vista para os cânions, Isla San Martín, Garganta do Diabo e outros saltos. Dura 12 minutos, sai de uma doca perto do Circuito Inferior (vocês verão o quiosque), custa 55 pesos (750 no site) e pode ser contratado no balcão da entrada do parque, ou no quiosque no Circuito Inferior.

_ Paséo Ecológico: passeio de 2,5 quilômetros de bote a remo pelo Rio Iguazú, partindo da Estação Garganta do Diabo. Dura 30 minutos e custa 300 pesos.

_ Gran Aventura: safari 4×4 por 5,5 quilômetros no Sendero Yacaratiá, em meio à selva e com explicações da fauna e flora local, com caminhada de 100 metros até o Porto Macuco. De lá saímos com lancha percorrendo 6 quilômetros pelos cânions e corredeiras do rio, até o mergulho nos Saltos Tres Mosqueteros e San Martín, a maior adrenalina. Dura 1h20, custa 950 pesos (1200 no site) e sai do centro de visitantes na portaria do parque, ou do escritório central que fica perto do hotel e da praça de alimentação após o Sendero Verde.

>> As 3 opções podem ser reservadas pelo site, aceitam cartões de débito e crédito, e têm meia entrada para crianças de 6 a 12 anos. Você pode comprar no balcão da Iguazú Jungle na entrada do parque, bem como conferir as regras e horários dos passeios, comprar combos com descontos para mais de um passeio. Qualquer dúvida, fale com os funcionários de uniforme amarelo!

Saiba mais sobre o passeio Gran Aventura em breve.

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Gran Aventura

Gran Aventura rumo ao Salto Tres Mosqueteros

Parque Nacional Iguazú: cataratas Argentina, Gran Aventura

Isla San Martín à esquerda

 

Dicas para visitar as cataratas argentinas:

 

  1. Leve garrafa para abastecer com água nos bebedouros.
  2. Vale mais a pena comer as guloseimas das lanchonetes do que almoçar no restaurante: as empanadas e as tortilhas são deliciosas!
  3. Tem duchas perto da praça de alimentação.
  4. Vale a pena usar roupa de banho ou que seque rápido, pois há vários lugares em que a gente se molha muito. Leve chinelo e esqueça os looks arrumadinhos!
  5. É preciso apresentar documento de identidade para entrar no parque (e para cruzar a fronteira)
  6. Use muito, mas muito protetor solar e labial. Leve óculos de sol e chapéu.
  7. Muito cuidado com os quatis ladrõezíneos!

 

S E R V I Ç O

Parque Nacional Iguazú

  • Província Misiones, Argentina
  • Contato: web@iguazuargentina.com | site 
  • Funcionamento: 8 às 18h, com entrada até às 16h30
  • Ingressos: 400 pesos para residentes Mercosul e 100 pesos para crianças entre 6 e 12 anos residentes Mercosul
  • OBS: se for visitar novamente, revalide o ingresso na saída para comprar o 2º dia consecutivo com 50% de desconto.
  • Importante: a bilheteria não aceita reais, o pagamento só pode ser feito em pesos, e em dinheiro. Há caixas eletrônicos e casas de câmbio na portaria do parque.




+ Mais dicas sobre Puerto Iguazú:

Compras no Duty-Free Shop

O que fazer em Puerto Iguazú

Tango e parrilla no El Quincho del Tío Querido

 

Organize sua viagem
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com a Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3
 

As cataratas argentinas do Parque Nacional Iguazú (Puerto Iguazú, Argentina)
Data da viagem: novembro de 2017

 

por Camila Coubelle

 

span>

Organize sua viagem aqui
OFERTAS DE HOSPEDAGEM no mundo inteiro com reserva rápida e segura, opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in na Booking.com
ALUGUEL DE CARRO em até 12x sem juros no cartão sem IOF ou com 5% de desconto no boleto. Compare preços das locadoras no Rentcars.com
COTAÇÃO DE SEGURO VIAGEM em até 12x ou com desconto no boleto. Compare preços de várias seguradoras no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto: VIDASEMPAREDES5
VOCÊ GANHOU R$130 em créditos de viagem para usar na primeira reserva no Airbnb
PASSAGEM AÉREA em oferta com até 25% OFF em até 6X sem juros no Passagens Promo
CHIP DE INTERNET com plano de dados para 140 países e conexão ilimitada. Garanta frete grátis com o cupom RBBVGRATIS e viaje conectado com a EasySim4U
INGRESSO antecipado para atrações e eventos no mundo inteiro com melhor preço, comodidade e segurança com Get Your Guide
Ao reservar com nossos parceiros nos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga a mais por isso e ainda ajuda a gente a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

As dicas te ajudaram?

 Pra não perder nenhuma informação ou roteiro, fale com a gente no FACEBOOK, INSTAGRAM, PINTEREST ou YOUTUBE

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.
Adicionar a favoritos link permanente.

2 Comments

  1. Moro em Foz do Iguaçu e escrevo para dizer que gostei da abordagem de vocês. Ótimas fotos e visão global das Cataratas sem dar ênfase aquela velha coisa de “que lado é mais bonito”.Parabéns Camila e Nange!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *