Caminho da Luz: conheça a rota de peregrinação no Brasil

Não sei ao certo quando a ideia de percorrer o Caminho da Luz se “acendeu” na minha vida, mas desde que o descobri, comecei a pesquisar sobre e o interesse só aumentou.

O Caminho da Luz, inaugurado em 2001, é uma senda de peregrinação religiosa, reflexiva, ecológica, turística e esportiva que começa em Tombos, cidade da Zona da Mata mineira a 5 quilômetros da divisa com o Rio de Janeiro.

Em meio às montanhas de Minas, passa por cidades e lugarejos como Catuné, Água Santa, Pedra Dourada, Faria Lemos, Carangola, Caiana, Espera Feliz, Quicé, Pedra Menina, Galileia, Bela Vista e Alto Caparaó. A rota com cerca de 200 quilômetros no total termina no Pico da Bandeira, 3º ponto mais alto do país, considerada a montanha sagrada do Brasil, desde a época em que os índios percorriam essa rota.

O trajeto percorrido depois por tropeiros, religiosos, pesquisadores e aventureiros em busca de ouro e terras férteis, guarda lendas e histórias que merecem ser conservadas, além de muitos encantos que se apresentam a cada quilômetro, presenteando quem caminha com momentos únicos.

Veja por que vale a pena percorrer o Caminho da Luz e confira algumas dicas para organizar a experiência.

Trecho entre Parada General e Ernestina

Trecho entre Parada General e Ernestina

Vida sem Paredes - Caminho da Luz (17)

Lindo contraste entre verde e azul

Caminho da Luz: de Tombos a Alto Caparaó

Caminho da Luz

Cachoeira de Tombos – cartão postal e marco do início do Caminho

 

Caminho da Luz

 

São aproximadamente 200 km de um cenário perfeito para viver o desapego, a solidariedade e a superação. Incrível como em 7 dias, essa distância é capaz de ensinar tantas coisas através da reflexão ou da convivência com pessoas de todos os lugares.

Fui para a Caminhada Coletiva Oficial que começou no 3º domingo de Julho e percorri, junto com cerca de 100 pessoas, um caminho que se tornou luz, ar, cheiro, brisa, sabor, significado, energia e amor.

Não é a toa que é considerado Patrimônio Cultural de Minas Gerais.

Vida sem Paredes - Caminho da Luz (10)

Paz

As simplicidades do Caminho da Luz

As simplicidades do Caminho da Luz…

O que te espera após a curva?

 

Minha experiência no Caminho da Luz

 

O Caminho vira uma estrada para dentro de você mesmo, e a cada passo, você aprende a valorizar coisas simples.

Uma conversa, um sorriso compartilhado.

Uma sombra de uma árvore depois de horas de caminhada sobre o Sol.

Alguém vai dizer alguma coisa que você precisava ouvir.

Você vai fazer amigos.

Vai ouvir segredos.

Ouvir que, nessa realidade, mata-burros são como “portais” para outra esfera de energia.

Vida sem Paredes - Caminho da Luz (9)

“portal”

Porteira

 

Você vai ter dores.

Vai descobrir que tem pessoas com o dobro da sua idade com o triplo da disposição.

Dormir no alojamento e sonhar que está caminhando.

Ver pessoas pulando da cama, ou melhor, do isolante, às 4h da manhã com a empolgação de uma criança no Natal.

Vai achar senhoras de 66 anos usando mochila Deuter a coisa mais moderninha do mundo.

Vai descobrir que quer plantar um pé de fruta-pão em casa.

E que algumas pessoas te dizem muita coisa ao caminhar com você em silêncio.

Outras pessoas vão dividir dicas valiosas, dividir as fotos, o brinde, o esparadrapo e os planos para o próximo caminho.

No último dia, você vai se sentir muito mais inteiro do que no primeiro.

E mais leve. E ao mesmo tempo, mais cheio.

Porque começou a perceber a sabedoria da estrada.

Vai jogar algumas coisas de dentro de você fora.

E desconfiar que um passarinho cantou só pra você.

Uma ou outra lágrima vai cair sem você saber exatamente o porquê.

Outras coisas vão ganhar novo significado.

E você vai entender que tudo isso foi uma chave para você se tornar alguém melhor.

Vai se sentir muito feliz.

E vai carregar na alma aprendizados, exemplos e lembranças para sempre, em todos os caminhos da vida.

 

Belezas do Caminho

Belezas do Caminho

Vida.

Vida

Grandiosidade e Pequenez

Grandiosidade e Pequenez

Horizonte

Horizonte

Entrada da Gruta da Pedra Santa - Catuné

Entrada da Gruta da Pedra Santa – Catuné

Vida sem Paredes - Caminho da Luz (1)
 

Informações sobre o Caminho da Luz

 

  1. A pé, O Caminho da Luz geralmente é feito entre 7 e 9 dias. É possível percorrê-lo em qualquer época do ano, mas o período seco de maio a setembro é mais indicado.
  2. O circuito é todo sinalizado e a maioria dos trechos são de estrada de terra. Apenas nos primeiros dias, há algumas subidas, mas a maior parte é plana. Exceto o último dia, em que acontece a subida ao Pico da Bandeira.
  3. Para percorrer a rota, é preciso adquirir uma credencial na primeira cidade, Tombos. Ela será usada para identificar o caminhante e dar permissão de passagem em alguns trechos que estão em propriedade particular.
  4. Como no Caminho de Santiago, em cada cidade de passagem o peregrino ganha um carimbo e ao final, recebe um certificado. Muitos percorrem o Caminho da Luz a título de treinamento para o Caminho de Santiago de Compostela.
  5. Eu fiz a Caminhada Coletiva e achei que foi a melhor escolha, pela convivência e aprendizado com muitas pessoas especiais. Essa caminhada acontece algumas vezes ao ano e a edição mais tradicional é a do mês de Julho.
  6. Porém, é possível percorrer o trajeto com grupos menores ou até só. Nesse caso, a Rastro de Luz, que opera o Caminho da Luz, oferece pacotes diferenciados ou auxilia os peregrinos a organizarem toda a logística. Consulte com eles as informações sobre hospedagens e restaurantes em cada cidade e personalize sua experiência de acordo com suas necessidades. Por exemplo, se desejar “pular” algum trecho mais longo, ou porque tem poucos dias.
  7. No caso da Caminhada Coletiva, a Rastro de Luz organiza todos os detalhes: hospedagem, alimentação completa, carro de apoio, ingresso e guia para o Pico da Bandeira, translado de volta para Tombos, etc.
  8. Confira o post sobre a subida ao Pico da Bandeira.
  9. No site do Caminho da Luz é possível ver mais fotos, agenda, distâncias de cada trecho e contatos para mais informações e reservas.




Como Chegar em Tombos

 

A cidade de referência é Carangola, a cerca de 28 quilômetros de Tombos, onde começa o Caminho da Luz. Os aeroportos mais próximos são os de Belo Horizonte, a cerca de 350 quilômetros e os do Rio de Janeiro, a cerca de 380 quilômetros. De Belo Horizonte para Carangola há ônibus da viação Pássaro Verde, e do Rio de Janeiro, através da viação Rio Doce. De Carangola para Tombos há vários horários de ônibus por dia para o trecho de menos de meia hora.

Para chegar de carro até Carangola, o acesso é pela rodovia BR-262 a partir de Belo Horizonte, sentido Vitória, e BR-116 para seguir pela rodovia para Fervedouro ou Divino. Quem vem do Rio de Janeiro deve pegar a BR-040 sentido Belo Horizonte até a cidade de Três Rios. Em seguida, a BR-116 sentido Salvador até Fervedouro (MG), seguindo para Carangola. De São Paulo o acesso é pela rodovia Presidente Dutra até Barra Mansa, passando por Três Rios e seguindo também pela BR-116. De Vitória o acesso é pela BR-262 e de Juiz de Fora, pela BR-267 até Leopoldina, e BR-116 até Fervedouro.

Precisa alugar um carro? Compare os preços das principais locadoras, pague em reais sem IOF e parcele em até 12x sem juros no cartão ou garanta 5% de desconto no boleto à vista no Rentcars.com
 
 

Organize sua viagem aqui no vida sem paredes

Reserve sua hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura, com opções de cancelamento gratuito e pagamento no check-in através da Booking.com

Faça uma cotação de seguro viagem, compare os preços de várias seguradoras e pague em até 12x ou com desconto no boleto bancário no Seguros Promo. Use nosso cupom de desconto e viaje tranquilo: VIDASEMPAREDES5

Ao reservar com um de nossos parceiros através dos nossos links citados acima, recebemos uma pequena comissão. Você garante os melhores serviços e preços, não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a continuar compartilhando dicas de viagem. Muito obrigada e boa viagem! <3

Distâncias até Tombos – MG:

374 km de Belo Horizonte – MG
220 km de Juiz de Fora – MG
358 km do Rio de Janeiro – RJ
677 km de São Paulo – SP
295 km de Vitória – ES


Caminho da Luz – MG: 200 km de extensão

Data da viagem: julho de 2015

 

por Camila Coubelle

Sobre Vida sem Paredes

Um blog sobre descobertas e viagens, ou vice-versa.

Adicionar a favoritos link permanente.

8 Comments

  1. Parabéns! As fotos ficaram bastante boas! O texto excelente.
    Fico feliz que o caminho e o passeio pela minha região a tenha engrandecido! 😀

  2. Pingback:5 OU 3 PICOS DA SERRA DO CAPARAÓ | Vida sem Paredes

  3. Querida Camila Coubelle a beleza está nos olhos de quem vê e se seus olhos são bons todas as cores se destacam e se acendem. Belo Blog e belas fotos. Seja sempre bem-vinda ao http://www.caminhodaluz.org.br
    Albino Neves

  4. Que lindo. Parabéns pelos textos. Dá muita saudades do caminho

  5. corrigindo: muitas saudades

  6. Cal (Lúcia Cláudia)

    Me emocionei em como voce traduziu com uma simplicidade fantástica o sentimento que tive nesses 7 dias, e como deu saudade! Obrigada por traduzir em palavras as minhas emoções e sensações. Muito lindo e fotos maravilhosas

Comentários fechados.